Historiador britânico afirma que a humanidade deve parar de comer carne para o bem do planeta


O apresentador de televisão e historiador natural, Sir David Attenborough, afirmou em um vídeo recente que “precisamos começar a fazer mudanças sérias para combater as mudanças climáticas”.

Foto: Nick Lyon| BBC Natural History Unit

Attenborough também comentou que aqueles que estão na zona de conforto – e especialmente pessoas em partes mais ricas –  muitas vezes não são afetados pelos efeitos do aquecimento global, causados ​​por uma série de indústrias, incluindo a pecuária .

“Podemos muito bem dizer…bem, não importa se continuamos a comer carne, é porque não somos afetados’”, disse Attenborough.

“Mas, de fato, importa porque importa para o mundo todo. E as primeiras pessoas a sentir as consequências são, claro, os pobres. Aqueles no fim da pirâmide. Aqueles que são realmente vulneráveis ​​ao que está acontecendo com o clima ”, continuou ele. As informações são do Live Kindly.

Um estudo publicado em outubro do ano passado descobriu que aqueles com renda mais baixa eram mais propensos a se preocupar com a mudança climática.

“É por isso que o mundo inteiro deveria agir em nome deles”, afirmou Attenborough. No final de 2017, Attenborough revelou que ele havia parado de comer carne, chamando as práticas de criação de animais de “deprimentes”.

“Nós temos muito conhecimento, nós temos muita habilidade, nós temos muita ingenuidade. Claro, podemos fazer algo sobre mudança climática. A questão é quanto. E nós devemos elevar nossos objetivos e caminhar para o melhor”, disse Attenborough no vídeo.

“Há cientistas, inventores e industriais em todo o mundo que são muito engenhosos. O Homo sapiens é uma espécie muito engenhosa e acredito que nos colocou nessa confusão, é verdade. Mas não sabia o que estava fazendo. E agora é o momento de usar essa ingenuidade e essa paixão para nos tirar dela ” , observou ele.

Foto: Reprodução | Instagram

A série de TV “Nosso Planeta” – feita em colaboração com o World Wildlife Fund (WWF) e narrada por Attenborough – destaca tanto a beleza quanto as lutas do mundo nas questões como mudança climática, sobrepesca e desmatamento.

A carne e a produção de laticínios são os principais propulsores desses problemas, bem como a escassez de água, a extinção de espécies, o aumento do nível do mar e a poluição. Recentemente, as Nações Unidas afirmaram que o combate ao consumo de carne é o problema mais urgente do mundo , e a pesquisa da Universidade de Oxford, no Reino Unido, descobriu que a melhor ação individual que uma pessoa pode tomar para ajudar o planeta é adotar uma dieta vegana.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>