PAÍS DE GALES

Centenas de animais são retirados de centro de resgate em péssimas condições

O Resgate de Animais de Capricórnio, no País de Gales, tem sido criticado por más condições de hospitalidade aos animais desde 2016

Desde 2016, preocupações foram levantadas sobre os padrões de bem-estar animal em Capricorn Animal Rescue

Centenas de animais, incluindo porcos, cães, gatos e coelhos foram retirados de um centro de resgate de animais, no interior do País de Gales.

O Resgate de Animais de Capricórnio foi indiciado por protestos e petições sobre as suas condições nos últimos anos por antigos voluntários.

Preocupações foram levantadas sobre os padrões de bem-estar animal com alegações de “condições sujas e superlotação”.

O local foi apontado com alegações de “condições de sujeira e superlotação” (Foto: Daily Post Wales)

O centro também estava sendo investigado pela Comissão de Caridade por alegada má conduta financeira.

Os policiais da RSPCA removeram animais, incluindo porcos, cães, gatos, coelhos e pássaros quando entraram na propriedade. Os animais serão transferidos para outros centros de resgate apropriados.

Desde 2016, preocupações foram levantadas sobre os padrões de bem-estar animal em Capricorn Animal Rescue (Foto: Daily Post Wales)

O contador Guy Hollander, gerente interino do santuário, disse que o centro teve que ser fechado.

Sheila Stewart, fundadora do centro em Padeswood, Flintshire, no norte do País de Gales, afirmou que lutou por três anos para manter o centro aberto.

Os oficiais da RSPCA resgataram gaiolas cheias de gatos do santuário “sujo e superlotado”  (Foto: Wales News Service)

 

Em 2017, o local teve suas contas bancárias congeladas pela Comissão de Caridade como parte de sua investigação.

Um porta-voz da Comissão de Caridade disse: “Nós temos uma investigação estatutária em andamento sobre questões de governança em Capricorn Animal Sanctuary, como parte da qual nomeamos um gerente interino para a caridade no início deste ano”.

Os animais foram transportados para longe do centro de bem-estar conturbado pela RSPCA (Foto: Daily Post Wales)

“Reconhecemos que há um interesse local considerável nesse assunto, mas não podemos comentar mais a respeito, a fim de evitar prejudicar o resultado de nossa investigação”.

Aves, incluindo galinhas, foram resgatadas de suas gaiolas no santuário (Foto: Wales News Service)

A RSPCA Cymru disse que estava “pronta para oferecer qualquer ajuda que a Comissão de Caridade precisa, incluindo assistência com animais”.