Elefanta leva seu filhote para conhecer as pessoas que a resgataram


Yatta, uma elefanta de 18 anos que foi libertada na natureza há oito anos, voltou ao seu antigo santuário com seu filhote recém-nascido no mês passado para apresentá-lo aos guardiões da David Sheldrick Wildlife Trust (DSWT), que a acolheram em 1999, no Quênia.

a elefanta com seu filhote
Foto: DSWT

A partir de 1 mês de idade, a elefanta foi criada por cuidadores humanos e viveu ao lado de outros elefantes órfãos no santuário antes de ser integrada a uma manada de elefantes adultos que vivem na natureza.

Em um vídeo, o pequeno filhote de Yatta, a quem os resgatadores chamaram de Yoyo, não se afasta muito de sua mãe, mas ele bate as orelhas e se agita em excitação. Yatta também trouxe sua filha primogênita, Yetu, para a visita, que fica de guarda perto de seu novo irmãozinho.

“Ela é uma mãe orgulhosa”, disseram os cuidadores sobre a elefanta. “E em um show de absoluta confiança e carinho, ela trouxe seu bebê mais novo de volta para conhecer as pessoas que a salvaram.”

“Embora seja muito comum que elefantes adultos retornem com seus filhotes recém-nascidos, toda vez que eles decidem visitar é incrível,” disse Rob Brandford, da DSWT.

“Nós não apenas salvamos um bebê órfão e a criamos, mas conseguimos que ela voltasse com sucesso à natureza e começasse sua própria família”, disse Brandford. “Para os elefantes, a família é tudo, então não é surpresa que eles escolham compartilhar seu novo membro da família com seus ex-cuidadores humanos, pois eles são parte de sua família.”

os elefantes e um cuidador do santuário
Foto: DSWT

Equipes de resgate estão chamando Yatta de “mãe milagrosa”, pois ela já deu à luz dois filhotes saudáveis, filhos de elefantes selvagens.

“Imagine nossa alegria quando ela escolheu compartilhar seu segundo bebê conosco, retornando ao seu antigo lar e à sua família humana, para que pudéssemos fazer parte e celebrar a chegada de seu novo bebê, um garotinho saudável”, acrescentaram os cuidadores.

Os zeladores logo perceberam que duas “irmãs” adotadas por Yatta que moravam ao lado dela também haviam dado à luz naquele mesmo mês, elevando para 28 a contagem total de elefantes nascidos fora da DSWT.

Novos elefantes nascidos na natureza são uma visão bem-vinda para a DSWT, que salva incontáveis ​​elefantes órfãos e machucados a cada ano, muitos dos quais são vítimas de caçadores.

Esse foi o caso de Yatta, cuja mãe foi morta por caçadores de marfim quando ela tinha apenas um mês de idade. Homens trabalhando nas proximidades ouviram os gritos da jovem Yatta e ajudaram a transportá-la para os cuidados da DSWT.

Ela é agora um dos mais de 100 elefantes órfãos devolvidos à natureza pela DSWT, que também tem uma equipe de campo que patrulha habitats selvagens para manter os animais a salvo de caçadores.

“Estamos muito satisfeitos em testemunhar a população elefantes começando a se expandir tão naturalmente”, acrescentaram os cuidadores. “Não poderia haver maior presente para nós, ou maior testemunho do sucesso do Projeto Órfãos, do que compartilhar a alegria de elefantes bebês perfeitamente saudáveis ​​como os nossos três ‘bebês de outubro’.”


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>