A pedido de Meghan, príncipe Harry abandona a caça de animais


O príncipe Harry decidiu, pelo segundo ano consecutivo, não participar da caça de Santo Stefano, realizada de forma tradicional todo ano pela família real britânica. O príncipe integrou a caçada por 20 anos.

O príncipe Harry e a duquesa Meghan Markle (SAMIR HUSSEIN/WIREIMAGE)

A decisão de abandonar o evento de caça tem relação com o casamento com a duquesa de Sussex, Meghan Markle. Ativista pelos direitos animais, ela é crítica das caçadas e já havia demonstrado seu descontentamento quando, no ano passado, o príncipe se uniu à família para caçar javalis na Alemanha. As informações são da revista IstoÉ!

Devido ao posicionamento da duquesa, Harry de participar desses eventos. As caçadas, no entanto, permanecem sendo realizadas pela família real britânica. Neste ano, a caça a animais silvestres realizada na casa de campo Sandringham House, no condado de Norfolk, contará com a presença do irmão de Harry, William, do príncipe de Gales, Charles, e do pequeno George, uma criança que, desde a infância, tem sido dessensibilizado em relação ao sofrimento animal, aprendendo a naturalizá-lo e incentivá-lo.

Foto tirada há 10 anos do príncipe Harry com búfalo morto em caçada (Reprodução/The Telegraph News)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>