Gato é transportado mais de 1200 km pelo correio por acidente


Após ser enviado acidentalmente para Montreal, Baloo, o gato, retorna para sua família. A Society for the Prevention of Cruelty to Animals (SPCA) o levou de volta para casa. A viagem de volta durou 17 horas.

O gato Baloo sendo segurado por sua dona. Um repórter estende seu microfone.
O gato Baloo de volta aos braços de sua dona. Foto: SPCA Montreal

Sua tutora, Jaqueline Lake, achou estranho que um dos pacotes pesava 4 quilos a mais, mas achou que fosse algum problema com os aros de pneu que estava transportando.

A família ficou procurando pelo Baloo por quatro dias. “Ele não fez nenhum barulho,” disse Lake. “Eu estava realmente começando a perder a esperança de que ele voltaria. Ele é um gatinho muito dócil, mas é muito curioso e gosta de coisas.”

A empresa transportadora ligou para a SPCA local quando encontrou Baloo, e a organização conseguiu localizar seus proprietários. “Eles não poderiam estar mais aliviados, surpresos, emocionados, havia muitas emoções durante o telefonema com eles”, disse Anita Kapuscinska, diretora de comunicações da SPCA em Montreal.

Ela disse que é “eternamente grata” à SPCA e a rede de voluntários da Freedom Drivers por terem trazido o Baloo de volta para casa.

“Eu não tinha dinheiro para viajar até Montreal para pegar meu gato de volta, mas ele voltou para nós. Eu não tive que pagar nada. Foi incrível que eles fizeram isso por nós”, disse Lake.

O gato Baloo, de costas para a câmera.
Foto: SPCA Montreal

Sua filha Victoria estava saltitando enquanto esperava pelo seu amado gato. “Eu disse à minha mãe: ‘Por que você enviou meu gato pelo correio?'” “Ele provavelmente estava dormindo e escapou para conseguir comida. Ele se esconde muito.”

“Ele poderia ter tido um final muito pior, então estamos muito aliviados por ele estar bem”, disse Kapuscinska.

A SPCA aconselha verificar os pacotes antes de enviá-los, pois os gatos adoram caixas e outros espaços fechados. E também sugere que buzine antes de acionar o motor do carro, já que algum animal pode ter encontrado ali um lugar quente para passar a noite.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SAÚDE

GOIÁS

NOVA JORNADA

HONG KONG

AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>