Relembre grifes e estilistas que abandonaram produtos de origem animal em 2018


Em 2018, grandes estilistas e marcas de moda renomadas decidiram aderir políticas livres de crueldade animal em suas coleções.

O abandono de peles começou a ser discutido nos anos 80 e 90.

Supermodelos posavam nuas para a PETA e orgulhosamente proclamavam que preferiam ficar nuas do que usar peles. Entretanto, grifes ainda hesitavam em abandonar o uso de animais em suas roupas.

Com a sustentabilidade sendo um tema cada vez mais quente na moda, a pele está finalmente sendo declarada morta.

Grandes escolas de moda como a Parsons School of Design, em Nova York, não mais trabalham com peles em seus cursos de design, e no início deste ano, a cidade de Los Angeles proibiu a venda de peles.

A liderança do movimento está agora sendo construída pelas marcas que já foram grandes apoiadoras do uso de animais, e que hoje prometeram banir todas as peles de animais de suas coleções.

Foto: Pixabay

Burberry

Depois do escândalo que revelou que essa marca do Reino Unido queimava milhões de libras em roupas, a casa de moda tomou medidas para se tornar mais ecológica, o que incluiu a proibição de peles.

Diane von Furstenberg

Em uma tentativa de tornar a marca mais atraente para a lucrativa geração do milênio, Diane von Furstenberg acrescentou seu nome à crescente lista de estilistas que proibiam peles e angorá.

Maison Margiela

O diretor criativo John Galliano conversou com PETA e ELLE no início do ano sobre sua decisão de não usar peles em suas coleções na Maison Margiela.

Uma das coisas que ele disse sobre sua escolha foi: “Hoje não queremos um produto – queremos ética, uma empresa que defenda os valores que admiramos”.

Jean Paul Gaultier

Um usuário de longa data de pele e defensor do setor, Jean Paul Gaultier chamou a criação de peles “absolutamente deplorável” na TV francesa este ano, prometendo manter a pele de animais fora de suas linhas futuras.

Donna Karan / DKNY

Depois de uma longa parceria com a Humane Society dos Estados Unidos, Donna Karan anunciou que tanto sua marca homônima quanto sua linha de difusão DKNY estarão largando peles a partir de 2019.

Versace

A designer italiana Donatella Versace disse este ano: “Pelos? Eu estou fora disso. Eu não quero matar animais para fazer moda. Não me parece certo”.

Chanel

A última casa de moda lendária a adicionar seu nome à lista, Chanel baniu pelos e peles exóticas de suas coleções há apenas algumas semanas em favor de materiais sustentáveis.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?

DESPEDIDA

RETROCESSO

FINAL FELIZ

CRIMES

ENCALHE

LIVRE DE PRECONCEITOS

CRIME

POLUIÇÃO

EXPLORAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>