Cavalo é pintado de marrom para não ser reconhecido após sequestro


Um cavalo foi pintado de marrom após ser sequestrado em Passos (MG). O animal, que é branco, foi pintado para que não fosse reconhecido. Ele foi sequestrado no início da semana e encontrado na última quarta-feira (12).

Foto: Polícia Civil

O tutor do animal lembra que o cavalo, sequestrado na segunda-feira (10), tem dois anos de idade e é uma mistura das raças Mangalarga e Campolino. As informações são do portal G1.

De acordo com a Polícia Civil, que investigou o caso, o cavalo foi encontrado em uma fazenda na zona rural do município de Itaú de Minas (MG).

O tutor do animal foi levado até a fazenda onde o cavalo estava e o reconheceu. Um suspeito de envolvimento no crime foi levado para a delegacia para prestar depoimento.

Foto: Polícia Civil

Outro caso

Em julho, um caso semelhante aconteceu em Mandaguari, no Paraná. Um cachorro foi sequestrado e pintado de cinza para que não fosse reconhecido. 

Zeus, como é chamado o cachorro, estava na casa de uma mulher de 35 anos, no bairro Jardim Madri. Ela disse aos policiais que comprou o cachorro de uma outra pessoa e que não sabia que ele tinha sido sequestrado e muito menos que era originalmente branco e preto. A mulher tinha batizado o buldogue de Spike.

Zeus foi levado ao veterinário logo após ser resgatado. Ele foi diagnosticado com uma doença de pele por causa da pintura. A suspeita da polícia é que o buldogue tenha sido pintado com tinta de cabelo.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>