Cientistas descobrem fóssil de hominídeo vegetariano na África do Sul


Uma nova espécie de humano foi encontrada pelo cientista sul-africano Ronald Clarke, da Universidade de Witwatersrand, em Johanesburgo. A descoberta foi publicada pela revista científica New Scientist.

O fóssil é de uma mulher idosa, de aproximadamente 1,30 metros de altura. (Foto: wikimedia)

Clarke analisou o esqueleto de um fóssil de 3,67 milhões de anos, encontrado em 1994 na caverna Sterkontein, na África do Sul. “Little Foot”, como foi chamado, é um tipo de Australopithecus, grupo de hominídeos do qual pertence Lucy.

Diferente dos já conhecidos

O cientista acredita que Little Foot é uma espécie totalmente diferente e devia ser chamada de A. prometheus. De acordo com a pesquisa de Clarke, o fóssil possui uma estrutura óssea distinta, que indica bipedalismo.

Além disso, os dentes são maiores do que os do A. africanus, o que sugere que ela seguia uma dieta baseada em plantas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>