Mudança climática

Mais de 170 tartarugas-marinhas morrem devido à baixa temperatura do oceano

Mais de 400 tartarugas mortas pelo frio já foram encontradas em Massachusetts, nos Estados Unidos, nesse ano

(Foto: AP)

Temperaturas congelantes mataram 173 tartarugas marinhas que foram encontradas mortas perto de Cape Cod, em Massachusetts.

O diretor Bob Prescott da Mass Audubon, uma organização sem fins lucrativos dedicada a proteger a natureza de Massachusetts, disse que eles descobriram 227 tartarugas atordoadas, mas apenas 54 sobreviveram.

Ele disse que as criaturas estavam congeladas com suas nadadeiras em posições estranhas, como se ainda estivessem tentando nadar.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Cerca de 173 tartarugas marinhas foram encontradas mortas (Foto: AP)

Muitas das tartarugas descobertas eram tartarugas jovens do Kemp, que são as espécies de tartaruga mais ameaçadas do mundo.

Outra era uma tartaruga-marinha-comum, de 136kg, que teve que ser levantada na parte de trás de um caminhão para ser transportada.

A tartaruga-marinha-comum, de 136kg, sendo transportada (Foto: Mass Audubon Wellfleet Bay Wildlife Sanctuary)

Patrulhas de praia, que afirmam que essas ocorrências são regulares nesta época do ano devido ao clima frio, encontraram as tartarugas perecidas no Golfo do Maine.

No entanto, este ano eles ficaram chocados com a quantidade de tartarugas marinhas mortas que foram encontradas.

Ele disse: “Estava muito frio. Tudo estava lamacento ontem de manhã. Alguns dos animais são pequenos, então não demorou muito para que eles congelassem”.

“As tartarugas marinhas normalmente nadam entre locais onde são capazes de dar à luz seus filhotes, que geralmente são áreas com águas mais quentes”.

Esta tartaruga marinha sortuda conseguiu sobreviver às temperaturas frias de Cape Cod (Foto: AP)

Prescott disse acreditar que suas mortes estão relacionadas à mudança climática, já que o Golfo do Maine, antes de 2010, era frio demais para as tartarugas marinhas entrarem.

O atordoamento ocorre quando as tartarugas ficam presas na água fria e seus corpos que dependem do calor externo começam a se desligar.

Eles perdem a capacidade de nadar e geralmente são arrastados para a praia pelos ventos, onde literalmente congelam até a morte.

Mais de 400 tartarugas atordoadas foram encontradas nesta área até agora este ano, incluindo as descobertas nesta semana.

As sobreviventes foram levadas para a instalação de cuidados com animais do New England Aquarium para reabilitação, em uma tentativa de salvá-las.