Tratador de animais mata cinco tigres em parque nos Estados Unidos


Um tratador de animais foi acusado de atirar e matar cinco tigres ameaçados em um parque de animais em Wynnewood, Oklahoma, nos Estados Unidos.

Joseph Maldonado-Passage, também conhecido como “Joe Exotic”, teria matado os animais “para dar espaço na gaiola para outros grandes felinos”, que ele iria embarcar por uma taxa, de acordo com promotores.

Ele também é acusado de vender ilegalmente um filhote de leão bebê de duas semanas, um bebê lêmure, leões e tigres.

Maldonado-Passage se declarou inocente das duas acusações anteriores de assassinato por aluguel, informa a KFOR. Se condenado pelas acusações anteriores, ele pode pegar até 20 anos de prisão.

O procurador norte-americano do distrito de Oklahoma afirmou que o tratador já possui 19 acusações relacionadas à vida selvagem.

Maldonado-Passage foi acusado de atirar em tigres ameaçados e mais outros crimes contra animais (Foto: The Wichita Eagle)

Em setembro, ele foi acusado de contratar um assassino para matar Carole Baskin, CEO da Big Cat Rescue, na Flórida, em 2017, com a promessa de milhares de outros se o assassino fosse bem sucedido.

O conflito teria começado depois que a organização sem fins lucrativos disse aos shoppings do Sudoeste e Centro-Oeste, onde Maldonado-Passage traria filhotes de tigre que os animais estavam levando vidas “miseráveis”.

Isso incentivou os shoppings a abandonar as exposições de tigres viajantes. Maldonado-Passage então renomeou sua exibição “Big Cat Rescue Entertainment”, em uma tentativa de induzir os outros a pensar que o próprio Big Cat Rescue estava operando o zoológico.

Em resposta, uma ação de direitos de propriedade intelectual foi feita pela Big Cat Rescue, que foi premiada com US $ 1 milhão.

“Isso não deveria acontecer”, disse Baskin, segundo o Times. “Eu não deveria estar lá fora, assumindo o peso disso sozinha, porque o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos sabe que essas pessoas estão infringindo a lei”.

Ossos de grandes felinos foram recentemente desenterrados no local do parque animal de Maldonado-Passage, que agora tem novos donos, relata a KJRH.

“Nunca mais esse homem narcisista terá um impacto negativo no zoológico”, afirmaram os novos donos em um comunicado em setembro, após a prisão de Maldonado-Passage. “Esperamos que seu encarceramento comece um processo de cura neste setor”.

O julgamento de Maldonado-Passage começa no dia 4 de dezembro, segundo a News9.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>