ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

Colônias de espécie de pinguim declinam na Antártida

Pinguins-gentoo diminuem em ilha na Antártida | Foto: Pixabay

Em estudo recentemente publicado na revista Biodiversity and Conservation, pesquisadores da British Antarctic Survey (BAS) atestam redução de 25% em casais reprodutores e entre 54-60% no número de filhotes de pinguim-gentoo. As causas do declínio local não são claras, mas a presença humana e alterações climáticas são as principais pistas.

O documento faz parte de um estudo conduzido ao longo de 21 anos sobre reprodução do pinguim-gentoo. Na Ilha de Goudier, foram monitoradas dez colônias da espécie. Sob rígidas diretrizes, seis dessas colônias permitem acesso de visitantes durante a reprodução dos pinguins no verão.

Pinguins-gentoo diminuem em ilha na Antártida | Foto: Pixabay

Durante o período, o número de visitantes subiu 22% ao ano. Ao mesmo tempo, as condições ambientais mudaram. Com o ar mais quente, a cobertura de gelo foi alterada significativamente.

“Nosso estudo sugere que é sensato rever o manejo desse patrimônio e conduzir estudos similares em outras áreas visitadas para determinar se o declínio da população de gentoos é ou não uma conseqüência direta do aumento do número de visitantes, ou das condições ambientais locais”, disse Mike Dunn, chefe da pesquisa.