Cavalos-marinhos são mortos e comercializados livremente na China


Dezenas de milhões de cavalos-marinhos são mortos todos os anos, o que coloca espécies do animal nas listas de ameaçadas ou em risco. Sua pesca e comércio são ilegais de acordo com a Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas (CITES). Na China, porém, são vendidos livremente.

O portal One Green Planet denunciou a venda de cavalos-marinhos de diversas espécies no distrito de Guangzhou, na China. Mortos, os animais são expostos em caixas e barris de plástico. O local não é o único.

O comércio de cavalos-marinhos é agitado na China. Entre outros fins, esses animais são explorados para tratamentos de asma, infecções de garganta, insônia e dor abdominal.

Cavalo marinho em seu habitat
Cavalos marinhos comercializados ilegalmente | Foto: Pixabay

A ameaça que esse mercado representa às espécies de cavalos marinhos é imensa. Esses animais são monogâmicos nos hábitos de reprodução, o que significa removê-los do habitat causa um grande distúrbio no ecossistema.

Uma petição movida por ativistas exige que o governo chinês tome medidas para coibir a pescar e comércio de cavalos marinhos. É possível assiná-la aqui.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>