Santuário colombiano abriga aves resgatadas do tráfico


O Aviário Nacional da Colômbia é iniciativa privada de uma família colombiana apaixonada por aves e decidida a protegê-las. Cerca de 80% das 165 diferentes espécies que vivem no local está ameaçada de extinção. A quase uma hora de estrada da cidade de Cartagena, a isolada área de 7 hectares do santuário abriga cerca de 2000 pássaros.

A maioria dos animais chegou ao local após ser regatada pelas autoridades locais das mãos do tráfico. São papagaios, corujas, águias e outros em péssimas condições de saúde. Fraturas e infecções são os problemas mais frequentes, segundo trabalhadores do aviário.

Aviário recupera animais na Colômbia | Foto: Pixabay

O tráfico de animais selvagens é a terceira maior economia ilegal na Colômbia – perde apenas para drogas e armas. Entre em janeiro e agosto de 2018, cerca de 3860 aves foram resgatadas desse comércio no país. A previsão é que esse número aumente até o fim do ano.

O ideal, segundo os mantedores do santuário, é que os animais não vivam em gaiolas, mesmo que grandes. Porém, algumas espécies correm riscos maiores se soltas enquanto a caça e o tráfico não findam. É o caso da águia de rapina. Há também espécies que perderam seu habitat graças ao desmatamento de parte da porção colombiana da Amazônia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DADOS ALARMANTES

MAUS-TRATOS

DESMONTE AMBIENTAL

ZOOFILIA

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>