Equipe de pesquisadores luta para salvar aves marinhas


Teresa Militão é bióloga e estuda a conservação das aves marinhas. Em artigo escrito para o portal BBC Earth, a pesquisadora relatou os esforços de sua equipe para preservação de aves marinhas pelágicas.

Tais aves vivem a maior parte do tempo no mar aberto, onde se alimentam – dá-se o nome de zona pelágica à essa região. Seu contato com a terra ocorre na época de procriação. Albatroz, papagaio-do-mar e fragatas são exemplos dessas aves.

Nas últimas décadas, a população de aves marinhas pelágicas caiu drasticamente. As causas principais da mortalidade são acidentes com equipamentos de pesca e ameaças terrestres.

Aves marinhas pelágicas correm risco na terra | Foto: Pixabay

Predadores introduzidos são a maior ameaça na terra. Embora passem pouco tempo em terra, é justamente nesse momento que essas aves marinhas estão mais vulneráveis. A presença humana introduziu nas regiões costeiras cães, gatos e ratos, predadores dos quais as aves marinhas pelágicas não estão acostumadas a se defender.

Teresa e sua equipe decidiram estudar o trópico-de-bico-vermelho, ave marinha que se reproduz em fendas rochosas ou no solo de ilhas nas águas tropicais do Atlântico e do Pacífico. O projeto de conservação da espécie começou em Cabo Verde e recebeu apoio de organizações e universidades de Espanha, Cabo Verde e Portugal.

A ação utilizou geolocalizadores para seguir as aves e observar seus movimentos migratórios. Umas das conclusões da pesquisa foi a necessidade urgente de controlar a população de cães, gatos e ratos nas regiões onde o trópico-de-bico-vermelho se reproduz. A pesquisadora afirma que é preciso envolver as comunidades locais na ação.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>