Perícia é feita em rodovia onde cavalo se feriu após racha entre charretes


Uma perícia foi feita no quilômetro 65 da Rodovia Raposo Tavares, no município de Mairinque (SP), onde dois cavalos presos a charretes foram vítimas de um racha. O trabalho, que contou com o apoio da Polícia Civil, foi realizado com o intuito de investigar o caso, que levou um cavalo a se ferir após uma queda. Um dos charreteiros participou da ação.

(Foto: Reprodução / Facebook)

Um croqui – espécie de desenho – foi feito no local por um técnico do Instituto de Criminalística, segundo a delegada Fernanda Ueda. O tutor do cavalo branco que aparece em um vídeo que registrou o racha participou do trabalho para tentar identificar o trajeto percorrido, a distância e a velocidade dos animais. As informações são do portal G1.

As duas testemunhas que estavam em um carro e gravaram o racha foram ouvidas pela polícia na última segunda-feira (8). Elas deram a mesma versão, em depoimento, dos charreteiros: a de que o racha era, na verdade, um exercício para os cavalos.

Três laudos serão anexados ao inquérito policial após serem finalizados: sobre a velocidade, o desenho e as lesões sofridas pelos animais.

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Ambiental declarou que a dupla, que não tem passagem por crimes, deve responder por maus-tratos aos animais e que, cada um, deve pagar R$ 3 mil. Viaturas intensificaram o patrulhamento na região, ainda segundo a polícia, para coibir novos rachas.

Relembre o caso

Dois homens fizeram um racha entre charretes no dia 30 de setembro na Rodovia Raposo Tavares. A atitude dos charreteiros resultou na queda de um dos cavalos, que se feriu. O caso foi registrado em um vídeo (confira abaixo), feito pelo ocupante de um veículo e divulgado nas redes sociais.

Em um trecho do vídeo é possível ver faíscas saírem das patas de um dos cavalos, devido ao atrito. Em seguida, o animal cai. A queda ocorreu em alta velocidade e por pouco o carro onde estava o responsável pela filmagem não atingiu o cavalo e o charreteiro.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>