Medidas para proteger baleia-franca no Atlântico Norte surtem efeito, segundo autoridades


O Canadá tomou medidas para proteger a baleia-franca do Atlântico Norte. Algumas dessas medidas incluem impedimento da pesca em áreas do Golfo de St. Lawrence onde há baleias, restrições de velocidade para barcos e maior vigilância.

Em reunião entre representantes da indústria pesqueira e da Fisheries and Oceans Canada (Guarda Costeira Canadense), foram analisados os resultados das medidas e o que será feito em 2019.

Baleia-franca do Atlântico Norte é espécie ameaçada | Foto: Pixabay

Embaraços em redes e colisões com barcos são os riscos que a baleia-franca corre na região da Península Acadiana, nordeste de New Brunswick.

Segundo Serge Doucet, diretor da Fisheries and Oceans Canada, nenhuma baleia-franca morreu em águas canadenses esse ano por esses motivos.

E embora tenha havido algumas interações com as baleias este ano, o departamento acredita que as medidas para proteger as baleias-francas foram eficazes até o momento.

“Houve desafios, não foi fácil para todos os pescadores”, disse Doucet. “Mas o compromisso deles de proteger as baleias está lá.”

Entretanto, a relação dos pescadores com as medidas não parece tão boa quando Doucet diz. Alguns protestam contra as novas medidas federais, alegando que atrapalham sua atividade.

Espera-se que as autoridades tenham firmeza no monitoramento que ações possam ser tomadas para outras espécies da região.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>