Ativistas do mundo inteiro realizam jejum em empatia a animais explorados para consumo humano


Em homenagem ao 36º Dia Mundial dos Animais de Criação, ativistas dos direitos animais em todo o mundo estão jejuando hoje.

O objetivo da data é demonstrar compaixão, empatia e solidariedade a animais explorados em fazendas e matadouros em todo o planeta. Ela é uma iniciativa do Movimento dos Direitos Animais de Fazenda (FARM), que trabalha para “acabar com o uso de animais para alimentação através de educação pública e ativismo de base”.

Em solidariedade, ativistas veganos estão realizando jejum para animais de fazenda de criação (Foto: Pixabay)

“Há 160 milhões de animais a cada dia que sofrem com o transporte para uma morte prematura. Esses seres sencientes são negados às necessidades básicas por dias, enquanto sofrem nas sombras”, disse Ally Hinton, diretora de marketing da FARM.

“Os ativistas jejuam em solidariedade neste Dia Mundial dos Animais de Criação com os 70 bilhões de animais de criação que enfrentarão esse destino em 2018”, ela completa.

O Dia Mundial dos Animais de Criação ocorre anualmente, por volta de 2 de outubro, em concordância com o aniversário de Mahatma Gandhi. Ele acreditava que “a grandeza de uma nação e seu progresso moral podem ser julgados pelo modo como seus animais são tratados“.

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO

EFICIÊNCIA

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>