Pamela Anderson convence Melania Trump e Kim Kardashian a não usar pele animal


A atriz e ativista pelos direitos animais Pamela Anderson revelou ao The Guardian ter convencido a primeira-dama dos Estados Unidos Melania Trump e a socialite Kim Kardashian a não usar roupas feitas a partir da pele de animais.

Melania Trump, Pamela Anderson e Kim Kardashian (Foto: Getty Images)

“Enviei-lhes casacos de peles falsos e, desde então, nenhuma delas usou peles reais”, contou Pamela. As informações são do site português JN.

A atriz escolheu o vegetarianismo na infância. “Decidi tornar-me vegetariana quando era criança. O meu pai era caçador e, certo dia, encontrei um veado morto sem cabeça, pendurado na parte de fora da nossa casa, escorrendo sangue para dentro de um balde. Chorei durante dias. Não foi difícil para mim desistir de algo tão cruel”, disse.

Pamela já protagonizou diversas campanhas da organização de defesa animal People for the Ethical Treatment of Animals (PETA). A atriz também iniciou petições contra as touradas e protestou em frente ao parlamento francês contra o foie gras – fígado de ganso fabricado a partir de extremo sofrimento animal.

A ativista defende também pautas relacionadas ao meio ambiente, como o uso de materiais reciclados para a produção de roupas como forma de diminuir o impacto ambiental através da moda sustentável.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA

ATROCIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>