Revelação de veterinário sobre morte de cachorros emociona internautas


Se você já tutelou um animal, sabe que não há situação mais difícil do que a despedida do seu cachorro ou gatinho. Nos últimos momentos de alguns animais em que o procedimento de morte induzida se faz necessário, muitos tutores escolhem não acompanhar o sacrifício. Mas será que essa é a decisão certa? A resposta de um veterinário está chamando atenção no Twitter e emocionando muitos internautas.

(Foto: Divulgação)

A usuária @jessi_dietrich revelou que questionou um veterinário sobre qual era a coisa mais difícil do trabalho do profissional, que lida diariamente com os mais variados animais. A resposta do rapaz surpreendeu a internauta: “ele disse que, quando ele precisam ‘colocar um animal para dormir’ com remédios, 90% dos tutores não querem estar no mesmo ambiente. Então, nos últimos momentos de vida, os animais ficam procurando os tutores freneticamente. Isso quebrou o meu coração”, escreveu.

A revelação chamou atenção na internet e acumula 140 mil curtidas até o momento. A internauta, então, revelou que a descoberta mudou sua visão sobre o assunto: “é por este motivo que eu vou ficar ninando o meu cachorro Rick quando a hora dele chegar, com todos os brinquedos dele e carinhos infinitos nas orelhas, independente do quão destruída eu vou estar…”, explicou a mulher. Após a repercussão do tuíte, ela pediu desculpas aos internautas: “não queria deixar tanta gente chateada, eu só queria conscientizar as pessoas. Eu sinto muito!”, disse.

Nos comentários, uma internauta revelou que tem outra experiência na área: “sou veterinária. Eu diria que 80% dos tutores escolhem estar presentes. Mas nós damos uma injeção para que eles durmam primeiro (como uma anestesia para cirurgia), assim a transição é mais suave e os tutores não precisam fazer parte do momento em que acontece o sacrifício. Eles ficam apenas para a sedação, então eles estão presentes até eles caírem no sono. Faz com que tudo seja mais tranquilo”, explicou a profissional.

Fonte: Veja


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>