Garota de nove anos morre devido à reação alérgica por ingestão de leite


Uma garota inglesa de nove anos, chamada Sadie Bristow, morreu no dia 20 de agosto. Ela ingeriu laticínios e sofreu uma grave reação alérgica. Apesar de receber atendimento médico, Sadie entrou em choque anafilático e morreu dentro de 24 horas de exposição.

Reprodução | Plant Based News

De acordo com o portal Plant Based News, os pais de Sadie contaram que ela avisou, no dia 19 de agosto, que não se sentia muito bem e eles a levaram prontamente ao hospital mais próximo. De lá, ela foi transferida diretamente para outro distrito e fnalmente para o hospital St. George, em Londres. O pai de Sadie conta que os médicos administraram 16 doses de adrenalina na tentativa de salvar a vida da garota – sem sucesso.

Todos os parentes e amigos sofreram com a perda de Sadie que, segundo eles, era uma jovem tenista dona de um lindo sorriso. Para arrecadar fundos e ajudar a família a arcar com os custos de toda a correria de um hospital para outro, e as viagens na tentativa de salvar a vida de Sadie, algumas pessoas se juntaram e criaram uma campanha, e estão aceitando doações.

“O mundo perdeu uma garotinha incrível no dia 20 de agosto. Sadie Bristow morreu tragicamente como resultado de uma reação alérgica severa”, está escrito na página. “Em sua curta vida, ela viveu ao máximo em todos os momentos. Seu sorriso contagiante e natureza amável será perdido por muitos”.

Reprodução | Plant Based News

A história de Sadie não é única. Existem inúmeras situações parecidas, de pessoas que acabam tendo problemas graves como resultado de alergias a laticínios, só neste ano. Entre eles estão os de uma menina de seis anos, de Perth, que faleceu no dia 1º de agosto, e Shahida Shahid, de 18 anos, que sofreu o mesmo destino em janeiro. Os pais de Sadie planejam criar uma organização de caridade em homenagem a Sadie, para “ajudar na compreensão da alergia”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRAGÉDIA

RETROCESSO

SOFRIMENTO

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>