Mais uma grande exportadora de ovelhas vivas da Austrália tem licença cancelada


O Departamento de Agricultura e Recursos Hídricos da Austrália cancelou a licença de operação da subsidiária integral da Emanuel Exports, a EMS Rural Exports, após uma notificação de causa. O Departamento já havia suspendido a licença da EMS em junho, após o transporte de milhares de ovelhas em péssimas condições, que sofriam – quando não morriam – em um espaço sufocante e insalubre de um navio com destino ao Oriente Médio.

Reprodução | The Land

A Emanuel Exports teve sua licença de exportação cancelada pelo Departamento em 21 de agosto. A empresa estava por trás da desastrosa viagem conduzida pela Awassi Express, na qual cerca de 2.500 ovelhas morreram em 2017. Ao receber a recente notificação, a Emanuel disse que irá apelar para ambos os cancelamentos de licença.

Mas a decisão do governo não foi premeditada, nem mesmo baseada em boatos. Antes de anunciar o cancelamento das licenças de exportação, ambas as empresas foram submetidas a investigação. A busca por falhas no processo de exportação dos animais foi baseada em uma alegação de que a Emanuel Exports estaria comprometendo uma investigação federal. “O cancelamento de uma licença é um passo sério que é tomado apenas pelo bem da indústria e para a proteção dos altos padrões da Austrália em bem-estar animal”, disse o Departamento em um comunicado à imprensa.

Reprodução | NPR

O órgão governamental afirmou estar implementando uma série de mudanças para melhorar a sustentabilidade do comércio com resultados benéficos para o bem-estar animal. “Isso inclui as mudanças recomendadas pelo Dr. Michael McCarthy em sua revisão das condições para a exportação de ovinos para o Oriente Médio durante o verão no hemisfério norte”, disse o Departamento.

Infelizmente, ao que tudo indica, o governo têm cedido a recentes pressões exercidas pelas empresas. “O Departamento agora está considerando ativamente os pedidos de outros exportadores em potencial para o Oriente Médio contra as exigências estritas da legislação”, afirma.

Em maio, o ministro da Agricultura, David Littleproud, comprometeu-se a implementar o conjunto completo de recomendações da Revisão McCarthy para as exportações vivas, que ele encomendou após a controvérsia envolvendo o transporte pela Awassi.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>