Estudo afirma que cabras são atraídas por rostos que esboçam alegria


O resultado de uma pesquisa conduzida recentemente no santuário de cabras Buttercups em Kent, no Reino Unido, sugere que animais podem decifrar o humor das pessoas a partir de suas expressões faciais. Eles também podem se atrair ou serem repelidos por elas.

Para chegar ao resultado, os pesquisadores mostraram aos animais fotos da mesma pessoa: uma delas com uma expressão de raiva, e a outra de felicidade. As cabras foram direto para os rostos felizes, relata a equipe na revista Royal Society Open Science.

Reprodução | BBC

Muito diferente do que era esperado, eles perceberam que a capacidade dos animais de perceber as expressões faciais humanas não se limita apenas às espécies que já têm uma longa história ao lado de companheiros humanos, como é o caso de cães e cavalos. Em vez disso, o que o estudo revelou foi algo importantíssimo não apenas para a ciência, mas para todo o movimento de direitos animais.

De acordo com os resultados, os animais explorados pela indústria para a produção de alimentos, como as cabras, também podem decifrar sinais faciais humanos. Isso significa que todos os maus-tratos e torturas pelos quais passam, são sentidos em níveis ainda mais intensos do que era imaginado.

Como a pesquisa foi conduzida

O co-autor Dr. Alan McElligott, da Queen Mary, Universidade de Londres, junto com seus colegas, montou pares de fotos em preto-e-branco com cerca de 1,3m de distância em uma parede na área de teste. Então, uma cabra era solta para explorar o ambiente.

Os pesquisadores descobriram que as cabras preferiam os rostos sorridentes, aproximando-se dos rostos felizes, antes mesmo de reconhecer ou sequer observar as fotos com semblantes irritados. Eles também passaram mais tempo examinando os rostos sorridentes com seus focinhos.

Mas o efeito só foi significativo quando a foto feliz foi colocada no lado direito, o que não foi uma surpresa para os cientistas. Eles acham que isso acontece porque as cabras estão usando um dos lados do cérebro para processar a informação – algo que é visto em outros animais. É provável que o lado esquerdo do cérebro processe emoções positivas ou que o lado direito do cérebro esteja envolvido na prevenção de rostos irritados.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR CANINO

FAKE NEWS

GANÂNCIA

SEQUESTRO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>