ONG pede fim de corrida em que participantes perseguem patos na água


A ONG portuguesa ANIMAL está tentando impedir que a “Corrida aos Patos” seja realizada na freguesia de Porto Covo, no município de Sines, em Portugal. Isso porque a atividade, marcada para as 15 horas desta quarta-feira (29), atenta contra os direitos animais.

(Foto: Reprodução / Esquerda.net)

No evento, patos têm parte das penas das asas cortadas para que tenham dificuldade de locomoção e são soltos na água, em uma baía, para que sejam perseguidos pelos participantes da corrida, que nadam atrás das aves. De acordo com a associação, trata-se de “um evento cruel e absolutamente desnecessário”. A atividade causa estresse nos animais, que ficam assustados e com medo.

Numa tentativa de por fim à tradição de realizar a “Corrida aos Patos” todos os anos e de cancelar o evento marcado para esta quarta-feira, a ONG tem apelado para o envio de e-mails ao presidente da Câmara do município de Sines e da freguesia de Porto Covo. As informações são do portal Esquerda.net.

“Iniciamos há três dias um apelo aos nossos apoiadores para um envio massivo de e-mails para o presidente da Câmara de Sines e para o presidente da Junta de Freguesia de Porto Covo. Embora tenham sido enviados centenas de e-mails, a verdade é que ainda não recebemos resposta”, lamentou a associação.

Tesoureira da Junta de Freguesia de Porto Covo, Andreia Lobato Ferreira confirmou, em entrevista à Lusa, o recebimento dos e-mails e disse que não há intenção de cancelar o evento.

Para a presidente da ANIMAL, Rita Silva, “a atitude correta é parar” de realizar a corrida. Segundo ela, “em 2018, a tradição não pode ser justificativa para tudo e não faz sentido nadar atrás do animal”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO

DE OLHO NO PLANETA

ARTIGO

MAUS-TRATOS

TRAGÉDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>