Cão morre asfixiado após ser mantido preso em porta-malas de carro


Um cachorro morreu asfixiado após ter sido mantido preso dentro do porta-malas de um carro em Itapeva, no interior de São Paulo. O caso, ocorrido na tarde da última segunda-feira (27), resultou na autuação do tutor do animal, de 32 anos, por abuso e crueldade a animais.

(Foto: Divulgação/GCM)

A Guarda Civil foi acionada por pedestres que ouviram os latidos do cão. “Pedestres acionaram uma equipe e alegaram que ouviram o cachorro agonizando. Os guardas chegaram e foram até o local, mas o animal já estava morto. Um médico veterinário atestou que ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu asfixiado pela falta de oxigênio e alta temperatura”, explicou o delegado de Polícia Civil Lúcio Antônio Barbosa.

O proprietário do veículo foi encontrado nas proximidades da rua Levino Ribeiro, onde o carro estava estacionado, e foi encaminhado à delegacia. Em depoimento, o homem, que não teve a identidade revelada, disse que deixou o cão no porta-malas enquanto almoçava em um restaurante. As informações são do portal G1.

“O morador afirmou que não era a intenção de maltratar o seu animal, que tinha 13 anos. Disse que foi almoçar e ficou ausente por uma hora”, contou o delegado.

O agressor irá responder pelo processo por abuso e crueldade a animais em liberdade.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECIFE (PE)

RIO DE JANEIRO

MAUS-TRATOS

EMPREENDEDORISMO

AÇÃO HUMANA

CONSCIENTIZAÇÃO

ABUSO

ÓRFÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>