Zoo norte-americano é proibido de explorar elefantes em apresentações


Autoridades da região de Buffalo, no estado de Nova York (EUA), anunciaram ontem que os elefantes asiáticos Jothi e Supara se mudarão do Zoológico de Buffalo, que apareceu cinco vezes na lista de 10 piores zoológicos para elefantes na última década, para um outro zoológico, em Nova Orleans, neste outono.

A intenção é que o próximo local não seja a parada final da dupla e, sim, um lar temporário até que possam ser transferidos permanentemente para um santuário onde possam passar o resto de suas vidas fazendo o que não tiveram a chance até então: agindo como elefantes, sem performar truques

Reprodução | World Animal News

“Estamos muito satisfeitos por conseguir tirar Jothi e Supara do Buffalo Zoo, e garantir que eles vivam em um clima mais adequado. Em Defesa dos Animais, ativamente e arduamente trabalhamos para libertar esses elefantes de suas condições decrépitas e inadequadas do zoológico por mais de uma década”, disse o especialista em elefantes Dr. Toni Frohoff em um comunicado enviado por email ao portal World Animal News.

“Este é um passo positivo para Jothi e Supara, mas vamos continuar trabalhando para levá-los a um santuário de elefantes credenciado, onde eles possam viver como elefantes em vez de serem explorados em exibições”, ele acrescenta.

O anúncio foi feito quase duas semanas depois que a organização In Defense of Animals enviou pedidos dos mais recentes registros médicos dos elefantes no zoológico de Buffalo e na cidade de Buffalo. O zoo apareceu recentemente na lista dos 10 piores zoológicos para elefantes na última década, lançada pela mesma ONG e ocupou o sexto lugar da América do Norte. Apesar das reformas relatadas, as condições de vida dos elefantes no zoológico de Buffalo, brutalmente frio e árido, têm sido um desafio diário para Jothi e Supara.

Os dois elefantes serão mais saudáveis ​​em um clima mais adequado no Zoológico Audubon, em Nova Orleans, e não serão mais forçados a suportar os invernos longos e duros de Buffalo. Nos últimos anos, as temperaturas em torno do local caíram drasticamente, ficando ainda mais longe de seus climas tropicais e subtropicais naturais.

O casal sofreu meses de falta de exercício, em um minúsculo recinto de prisão onde foram forçados a em superfícies duras que prejudicam os pés e as articulações dos elefantes; uma causa notável de dor induzida pelo cativeiro, doença e mortalidade precoce.

Como em casos semelhantes de animais em cativeiro, os elefantes tinham sido observados oscilando no local, um movimento persistentemente repetitivo conhecido como “comportamento estereotipado” que indica intenso estresse e pouco bem-estar, ambientes naturais.

Quando Jothi e Supara forem realocados no outono, o Zoológico do Bronx, em Nova York, se tornará o último zoológico a manter os elefantes asiáticos em cativeiro em Nova York. Três elefantes asiáticos permanecem no Zoológico do Bronx; infelizmente, sofrendo muitas das mesmas questões que os elefantes do Buffalo Zoo. O clima severo e antinatural causa sofrimento anual para todos os elefantes, um dos quais é mantido cruelmente privado em isolamento solitário.

Como o Zoológico de Buffalo, o Zoológico do Bronx tem sido repetidamente listado na lista de 10 piores zoológicos de In Defense of Animals. “Buffalo Zoo fez um movimento positivo para esses animais e trouxe Nova York um passo mais perto de estar livre do abuso de elefantes. Três outros elefantes asiáticos ainda estão sofrendo no clima de inverno gelado de Nova York no zoológico do Bronx”, disse a Dra. Marilyn Kroplick, presidente da In Defense of Animals.

“Pedimos ao zoológico do Bronx para ter compaixão e liberar os elefantes para um santuário onde eles podem se aposentar em paz”, ela finaliza.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRATAMENTO MÉDICO

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>