Nova realidade virtual retrata a vida aos olhos de bezerros nascidos e criados em fazendas de laticínio


Consumidores de laticínios em Saint Paul, no estado de Minnesota, foram recentemente desafiados a dar uma olhada em como é a vida de um bezerro nascido em uma fazenda de gado leiteiro. A People for the Ethical Treatment of Animals (PETA), organização mundial de defesa dos direitos animais, realizou uma exposição interativa na capital do estado que usou a experiência da realidade virtual para aumentar a conscientização sobre questões de bem-estar animal na indústria de laticínios.

O projeto, intitulado “Eu, Bezerro”, usava imagens filmadas combinadas com animação por computador para contar a história verdadeira de “uma vaca mãe desesperada para proteger seu filhote”.

Reprodução | LiveKindly

Na situação real, a ex-vaca leiteira Clarabelle deveria ser enviada à morte desde que sua produção de leite havia caído; No entanto, horas antes de ser morta, ela foi resgatada por um santuário australiano. Quando Clarabelle chegou ao santuário, descobriu-se que ela estava grávida.

Uma semana antes da data marcada, os voluntários descobriram que Clarabelle tinha dado à luz em segredo e escondido o bezerro recém-nascido em uma seção de grama alta, com medo de que o bebê fosse removido, como é típico na indústria de laticínios.

“Eu, o bezerro” já apareceu em outras cidades americanas contando histórias semelhantes. Uma exposição em Houston permitiu que os participantes experimentassem a verdadeira história de uma vaca que deu à luz gêmeos. A nova mãe levou apenas um bezerro de volta ao fazendeiro e escondeu o outro, sabendo que o fazendeiro a separaria de seus filhos. O segundo bezerro foi escondido no pasto até que o fazendeiro notou que ela reduziu a produção de leite e encontrou o bebê.

Reprodução | LiveKindly

“Todos os dias, milhares de bezerros são arrancados de suas mães para que a indústria de laticínios possa tentar vender aos humanos o leite destinado aos bezerros”, afirmou em comunicado Tracy Reiman, vice-presidente executivo da PETA.

“A experiência de realidade virtual da PETA está abrindo os olhos das pessoas para o coração partido por trás de cada copo de leite, recipiente de iogurte e uma fatia de queijo”, acrescentou.

“Eu, Bezerro” faz parte da turnê nacional da PETA de “Eu, Animal”, experiências de realidade virtual que incluíram histórias como “Eu, Orca” e “Eu, Frango.” Os filmes atraíram muita atenção até agora, com mais de 87.500 visualizações. Falando sobre as experiências de realidade virtual da PETA, um patrono disse: “esta exposição pode ser capaz de ensinar empatia às pessoas”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SUSTENTABILIDADE

NEGLIGÊNCIA

SOFRIMENTO

PORTO ALEGRE (RS)

INSENSIBILIDADE

GOIÂNIA (GO)

MÉXICO

ACIDENTE

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>