Filhotes de macaco mantidos em gaiola são resgatados em Londrina (PR)


Três filhotes de macaco-prego e uma jiboia foram resgatados em uma casa em Londrina, no Paraná. Os macacos eram mantidos em uma única gaiola e a cobra estava dentro de uma caixa de sapato. A crueldade foi descoberta após uma denúncia.

(Foto: Polícia Ambiental/Divulgação)

Três pessoas foram presas pela Polícia Ambiental. Elas serão indiciadas pelo crime de maus-tratos a animais e por manter animais silvestres em cativeiro. As informações são do portal G1.

De acordo com os policiais, um dos presos capturava filhotes de macaco-prego na Universidade Estadual de Londrina (UEL) e no Parque Artur Thomas para depois vendê-los. A suspeita é de que os animais fossem vendidos para compradores de Londrina e cidades da região. A comercialização era feita com notas falsas.

(Foto: Polícia Ambiental/Divulgação)

Um dos homens já tinha sido preso por crime ambiental em novembro de 2017. “Na época, ele foi beneficiado por um acordo para pagar cestas básicas e cumprir trabalho voluntário. Como foi flagrado novamente, perdeu esse direito”, explicou o subtenente Reinaldo Vasconcelos dos Anjos.

Durante a ação policial, o homem apresentou uma nota fiscal de criador da jiboia. O documento, entretanto, era falso.

Os macacos e a jiboia ficarão sob a responsabilidade do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e serão avaliados por uma bióloga.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA

COMPAIXÃO

DESGOVERNO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>