Declínio do mercado de laticínios nos EUA obriga governo a evocar lei da época da ‘Grande Depressão’


Recentemente, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou que precisaria pagar cerca de R$ 50 milhões para os produtores de leite, em troca de aproximadamente 11 a 13 milhões de galões. A decisão foi feita porque o mercado entrou em declínio e o alimento seria perdido. Tudo o que for comprado será distribuído para programas de assistência alimentar.

Reprodução | VegNews

A transação foi legitimada pela ‘Emenda da Lei de Ajustes Agrícolas’, criada em um dos períodos mais difíceis da história do país, a ‘Grande Depressão”. Isso marca a primeira vez na história que o USDA pagou pelo alimento, que tem enfrentado uma queda no consumo mundial, de aproximadamente 22%.

Enquanto isso, as vendas de leite vegetal triplicaram desde 2006, segundo dados divulgados no mês passado pela Cargill (maior fornecedora mundial de alimentos para animais) – um fator que levou a um superávit recorde em todos os tempos. de 78 milhões de galões de leite nos EUA no ano passado.

Para mitigar os lucros perdidos, as grandes empresas de laticínios romperam relações com fornecedores de leite, conforme evidenciado pela Dean Foods, que encerrou seus contratos com dezenas de fazendas leiteiras em maio e desviou fundos para o desenvolvimento da marca de leite de linho Good Karma Foods, na qual detém a maioria das ações.

De acordo com o USDA, a compra foi autorizada “para incentivar o contínuo consumo doméstico desses produtos”. O acontecimento ilustra como as comunidades de baixa renda continuam sendo alvo da indústria de laticínios, apesar de uma mudança do mercado consumidor em direção a produtos lácteos à base de plantas por razões ambientais, de saúde e de bem-estar animal.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>