Polícia procura tutor de cão enterrado vivo em praia do RJ


No último domingo (29), algumas crianças brincavam na Praia da Monsuaba em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio, quando avistaram um saco de lixo enterrada na areia. Curiosos, logo abriram a sacola e, para a surpresa de todos, encontraram um cachorro ainda vivo dentro dela.

Reprodução | G1

Sem saber como proceder, os pais procuraram ajuda e acabaram entrando em contato com uma defensora dos direitos animais da região em busca de apoio. Além disso, divulgaram o caso nas redes sociais e em pouco tempo a história repercutiu. Pessoas se mostraram solícitas, e uma delas se disponibilizou a pagar pelos gastos com consultas veterinárias e o animal recebeu todo o tratamento adequado.

Mesmo com os cuidados e com todos se mostrando preocupados, o animal não resistiu. Pouco tempo depois foi divulgada, com pesar, a sua morte. O caso foi registrado na 166ª Delegacia de Polícia (Angra dos Reis) e divulgado pelos agentes na quarta-feira (1º).

De acordo com os oficiais, o caso está em processo de investigação, e no presente momento eles tentam localizar o tutor do animal. O responsável pelo crime responderá por maus tratos aos animais, com o agravante da morte.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECIFE (PE)

RIO DE JANEIRO

MAUS-TRATOS

EMPREENDEDORISMO

AÇÃO HUMANA

CONSCIENTIZAÇÃO

ABUSO

ÓRFÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>