CONSEQUÊNCIA

Toureiro é escalpelado por animal que explorava em apresentação na Espanha

O toureiro Juan Jose Padilla, de 45 anos, foi escalpelado por um touro durante um evento no norte da Espanha. Ele já havia perdido um olho de ser atingido pelo...

4.703

11/07/2018 às 12:00
Por Bárbara Alcântara, ANDA

O toureiro Juan Jose Padilla, de 45 anos, foi escalpelado por um touro durante um evento no norte da Espanha. Ele já havia perdido um olho de ser atingido pelo mesmo animal em 2011, também em uma tourada. Enquanto alguns utilizam a tragédia como uma maneira de abrir os olhos das pessoas para todos os males que envolvem esses espetáculos de muito mal gosto, outras pessoas apenas lamentam pelo toureiro, desejando-no melhoras e criticando as ações (naturais) do animal.

Captura de tela

As touradas consistem em pessoas fantasiadas, os toureiros, que provocam um touro que já foi severamente torturado, portanto está agitado em frente a uma multidão que ruge. Enquanto irritam o animal para deixá-lo bravo e dessa maneira entreter a multidão que aplaude, banderillas – grandes varas de madeira com lâminas afiadas em uma extremidade – são colocadas nos músculos do ombro do touro. Elas perfuram sua pele, fazendo-o reagir instintivamente em defesa de sua vida.

No vídeo do toureiro sendo escalpelado, vemos o touro com banderillas em seus ombros ensanguentados, e parece que o toureiro está tentando colocar ainda mais nele. A seguir, a gravação completa pode ser assistida, mas por conter as imagens fortes do momento em que o animal revida as agressões, o conteúdo pode causar mal estar em alguns espectadores.

O touro estava simplesmente fazendo o que ele estava sendo obrigado a fazer em nome do entretenimento do público: agredir. Embora o evento tenha sido horrível, o matador Juan Jose Padilla, de 45 anos, está se recuperando bem e ao que tudo indica, exibe a lesão com orgulho. Esta ocorrência preocupante deveria ser o suficiente para mudar as mentes dos fãs do “esporte”, mas não é o que parece ao observar os comentários feitos ao toureiro.

Eventos semelhantes acontecem com muita frequência, principalmente em cidades do interior do Brasil. São as famosas vaquejadas e rodeios. Os animais são explorados por puro entretenimento de uma multidão raivosa e barulhenta. Recentemente, um peão morreu após ser pisoteado por um touro em rodeio no Mato Grosso do Sul. E muitos outros casos similares já ocorreram não apenas aqui, como ao redor do mundo. Animais devem ser livres, eles não merecem ter uma vida inteira de exploração e abusos condenados pelo egoísmo humano.

Nota da Redação: A medida mais benéfica para os animais seria acabar com eventos como touradas, vaquejadas e rodeios ao redor do mundo e também no Brasil. Da mesma maneira que há pressão por parte de grupos de proteção animal para que países europeus e latino-americanos acabem com as touradas, os rodeios são, no Brasil, uma amostra desta exploração e da tortura que animais sofrem para o entretenimento humano.