INVESTIGAÇÃO

Polícia já tem suspeito de matar animais em Campo Grande (MS)

O delegado Marco Antonio Balsanini já ouviu os relatos de três tutores de animais que foram encontrados mortos.

(Foto: Fernando Antunes)

O delegado Marco Antonio Balsanini, da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista, que investiga a morte de cães e gatos no bairro São Francisco, em Campo Grande (MS), afirmou ter encontrado um suspeito de ser o responsável por matar os animais.

(Foto: Fernando Antunes)

Uma ocorrência sobre o caso foi registrada na delegacia na última quarta-feira (25) e, desde então, três tutores de animais que foram mortos foram ouvidos. As informações são do portal Campo Grande News.

“Já clarearam bastante, perto do que tínhamos na quarta-feira, tem um rumo, vamos intimar outras testemunhas. Devido ao tempo transcorrido com a maioria das mortes, que foi em dezembro, eu acho difícil levantar prova material, vão ficar no aspecto circunstancial, mas ainda estamos encaminhando para arrecadar mais provas. Existe um indicativo de alguém da vizinhança, mas não existe nenhuma prova material”, explicou o delegado.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A suspeita dos moradores do bairro é de que os animais tenham sido envenenados. De dezembro de 2017 até julho deste ano pelo menos 20 animais foram encontrados mortos. O caso foi debatido por cerca de 40 moradores do bairro com a polícia, ONGs de proteção animal, instituições como o Lions Club e uma representante do Conselho Municipal de Bem-Estar Animal (Combea).