Cadela conhecida por assistir missa morre e suspeita é de envenenamento


Uma cadela que ficou conhecida por assistir as missas de uma igreja em Gravatá, no estado de Pernambuco, foi encontrada morta. A suspeita é de que o animal tenha sido assassinado através de envenenamento. O caso revoltou moradores do município.

(Foto: Anderson Souza)

Além de frequentar a Igreja Matriz de Santana, Bolinha, como era chamada, também ia a sepultamentos e sempre era vista em frente a outras igrejas.

Inaugurações de estabelecimentos e atos públicos também contavam com a presença da cadela, que latia e fazia a alegria de muitas pessoas do município. As informações são do portal Pernambuco Notícias.

A forma de agir de Bolinha fez com que ela fosse tema de reportagens em jornais e, com isso, passasse a ser tornar conhecida, especialmente em Pernambuco.

Envenenar animais é crime

O ato cruel de se envenenar um animal configura crime. De acordo com o Artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (9605/98), “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos” tem como penalidade “detenção, de três meses a um ano, e multa”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>