Cão tira sossego de moradores da região do ABC (SP) por seis meses e agora espera por adoção


Latidos incessantes atravessaram madrugadas no Jardim Petroni, em São Bernardo do Campo (SP), por seis meses. Um cãozinho entrou em área de mata do Cemitério Jardim da Colina e por lá permaneceu. Funcionários do local e moradores do entorno tentaram, por diversas vezes, resgatar o animal, mas por ser ágil e pequeno, ninguém conseguia pegá-lo.

Reprodução

Não se sabe ao certo se ele foi abandonado ou se entrou por conta própria no cemitério, mas o local virou residência fixa do pequeno cão. Ele dormia, se alimentava e latia a noite toda, incomodando vizinhos que moram em prédios residenciais.

O cachorro ainda não tem nome. Foi resgatado da mata na segunda-feira, por funcionário do cemitério. A bióloga Ariane Marcelino, 28, que mora no prédio ao lado do cemitério, se dispôs a identificar o mistério do cachorrinho que latia todas as noites. “Era um latido angustiado, teve uma vez que ele latiu das 2h da manhã até as 7h. Era um pedido de socorro”, relatou. Só que ela não pode ficar com o animal, e agora procura um lar para ele.

O síndico do prédio, Edson da Silva Ferreira Júnior, 28, responsável por retirar o cãozinho do cemitério, se compadeceu com a história. “Se pudesse, trazia ele para morar aqui no nosso condomínio, mas não posso fazer isso, pois algumas pessoas aceitariam e outras não.”

O gerente de negócios do cemitério, Durval Tobias Filho, informou que seus funcionários conseguiram pegar o animal, e ele se encontra em um cercadinho à espera de adoção, preso por coleira, para não fugir.

O cão sofreu bastante por esses seis meses. Apesar de ser “um pouco danado, por fugir dos funcionários todo esse tempo”, ele é dócil. Quem tiver interesse em adotar o bichinho pode entrar em contato com Ariane (9.6805-6151), que está abrigando o animal enquanto não é adotado. Ele já passou por consulta e tomou banho.

Fonte: Diário do Grande ABC


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>