Adidas compromete-se a utilizar apenas plástico reciclado


A empresa alemã de roupas esportivas, Adidas, anunciou que abandonará o uso de plásticos em seus produtos e em seus escritórios. Com o compromisso tornar-se mais sustentável, a companhia pretende acabar completamente com o uso do material até 2024.

A empresa trabalhará para substituir o poliéster, um subproduto do petróleo comumente usado em roupas, calçados e roupas de banho. O poliéster tem sido usado há décadas em roupas esportivas devido à sua capacidade de secagem rápida e leve.

Com suas iniciativas sustentáveis, a Adidas deixará de produzir cerca de 40 toneladas de plástico por ano. A primeira ação da marca visando diminuir seu impacto no planeta ocorreu em 2016, quando foi lançada a linha de calçados inteiramente feita de plástico reciclado recolhido dos oceanos. As vendas desses sapatos devem saltar de um milhão de unidades, em 2017, para mais de cinco milhões até o final deste ano.

A empresa alemã de roupas esportivas, Adidas, anunciou que abandonará o uso de plásticos em seus produtos e em seus escritórios.
O tênis lançado em 2016 é fabricado a partir de plástico reciclados e a empresa espera que suas vendas quintupliquem este ano. (Foto: Reprodução)

Estima-se que oito milhões de toneladas de plástico sejam despejadas nos oceanos a cada ano, o que corresponde a cerca de um caminhão de lixo plástico a cada minuto. Pesquisas recentes descobriram que poderá haver mais plástico nos oceanos do que peixes até 2048.

As ilhas flutuantes de plástico também multiplicam-se. O Great Pacific Garbage Patch, localizado entre as costas da Califórnia e do Havaí, no território norte-americano, tem aproximadamente duas vezes o tamanho do estado do Texas. Nos últimos cinquenta anos, a poluição plástica aumentou mais de 20 vezes em todo o mundo, e esse número deve dobrar até 2040.

Ilhas de plástico flutuantes nos oceanos crescem exponencialmente e estão prejudicando diversas espécies marinhas. (Foto: AFP)

Apesar dos esforços internacionais e incentivos à reciclagem, menos de 15% de todo o plástico do mundo é reciclado adequadamente.

O anúncio da Adidas ocorre em meio a um número crescente de empresas que também estão afastando-se do plástico descartável. A American Airlines e a Starbucks anunciaram este mês planos para eliminar gradativamente os canudos plásticos de uso único.

A grande empresa de decoração, Ikea, recentemente aumentou suas iniciativas sustentáveis. Além de retirar o plástico de uso único de suas lojas e restaurantes, a companhia adotou uma série de alimentos sustentáveis ​​em seus cafés, incluindo almôndegas e cachorros-quentes veganos, e até sorvetes à base de vegetais.

Com as mudança em sua produção, a Adidas diz que sua linha 2019 de vestuário de primavera e verão já conterá 41% de poliéster reciclado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DADOS ALARMANTES

MAUS-TRATOS

DESMONTE AMBIENTAL

ZOOFILIA

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>