Imagem de bezerro morto simboliza a crueldade intrínseca ao transporte de animais vivos


Restos mortais de bezerro encontrados em uma praia em Israel | Foto: We Animals
Restos mortais de bezerro encontrados em uma praia em Israel | Foto: We Animals

O transporte de animais vivos, seja como produto da indústria de carne ou de laticínios foi projetado para ser o mais eficiente possível, infelizmente, essa “eficiência” vem às custas dos próprios animais.

A agricultura industrial transformou os animais em objetos, e a busca pelo o máximo de lucro possível possibilitou a redução de restrições que estão permitindo que esses animais sejam transportados de um lugar para outro como objetos inanimados, em vez de seres vivos.

O preço que os animais pagam por essa abordagem não esta sendo exagerado, mas uma foto, recentemente tirada em uma praia em Israel, talvez diga que mais do que mil palavras diriam.

A foto desoladora dos restos de um bezerro que com certeza foi trazido pelo mar até uma praia israelense foi publicada por Jo-Anne McArthur, da We Animals. O bezerro na foto esta totalmente irreconhecível, mas a história do animal não é difícil de adivinhar.

Casos de animais morrendo durante o transporte marítimo são comuns. Aqueles que morrem enquanto são transportados são jogados ao mar, mas somente depois que suas orelhas são cortadas para que seus corpos não possam ser identificados pelas etiquetas.

Conforme relatado pela Compassion in World Farming, milhões de animais são transportados para a morte ao redor do mundo todos os anos. Esse transporte está ligado a vários problemas de bem-estar.

Os animais são embarcados em veículos (barcos, caminhões) superlotados e muitos ficam feridos ou até mesmo são pisoteados até a morte. Sofrem de exaustão, pois a viagem dura dias, muitas vezes não recebem alimento ou água o suficiente e ficam desidratados.

Animais transportados ficam sob uma imensa quantidade de estresse, e seus sistemas imunológicos são frequentemente enfraquecidos como resultado dessa jornada.

A organização Israel Against Live Shipments (Israel Contra Embarcações Vivas, na tradução livre) foi alertada para o corpo do bezerro se decompondo na praia e fotografou a cena para compartilhar a história como parte de sua missão: espalhar a consciência da crueldade do transporte de animais. A visão de vacas mortas desembarcadas em terra não é, infelizmente, incomum no país.

“Não é incomum ver animais selvagens mortos, como peixes, tartarugas ou pássaros, nas praias. Mas bois? ”McArthur escreveu.

O maior exportador de ovinos da Austrália foi suspenso recentemente graças a preocupações com o bem-estar dos animais, e essa ação foi motivada em grande parte pela indignação pública.

É inaceitável tratar os animais dessa maneira, trazendo o assunto a pauta e tomando posição, é que grandes mudanças entram em curso.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>