MORTE SIMULTÂNEA

Mais animais morrem em Ituiutaba (MG) e suspeita é de envenenamento

Uma gata e uma cadela, tuteladas pela mesma família, morreram.

(Foto: Divulgação)

Um caso de morte de animais está tirando o sossego de uma família tijucana. O caso ocorreu em uma residência na Rua Trinta, entre as avenidas Vinte Um e Vinte e Três, no Centro de Ituiutaba (MG), próximo a Escola Dom Bosco. Segundo informações obtidas com a tutora dos animais, a cadela “Pitucha”, da raça Shitzu, e a gatinha “Fiona”, de sete meses, morreram.

(Foto: Divulgação)

A gata teria saído da casa e supostamente comeu algo na rua, assim, ao voltar para casa o animal passou a vomitar, sendo levada para a clínica veterinária, onde ficou internada. No mesmo dia, Fiona faleceu.

Da mesma forma, a cadela Pitucha começou emitir os mesmos sintomas, sendo que morreu antes mesmo de chegar ao veterinário. A suspeita é de que Pitucha teria ingerido a substância expelida pela gata após a mesma vomitar.

Outro fato que tem intrigado a família é que na rua da residência, onde habitualmente são vistos vários gatos, não mais animais estão sendo vistos, o que atenua a suspeita de envenenamento.

A tutora dos animais, Fabiana Aparecida da Silva Gomes, contou que seus filhos, de 7 e 11 anos, estão desesperados por terem perdido de uma só vez os dois bichinhos. O caso será registrado pela Polícia Militar de Meio Ambiente.

Justiça

Conforme a Lei Federal 9605/98 – “Lei dos Crimes Ambientais” -, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos resulta em pena de detenção, de três meses a um ano, e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Fonte: Portal em Foco