MARABÁ (PA)

Cão é morto com golpes de facão e agressor responde em liberdade

A cachorro chegou a ser socorrido por voluntários da ONG Focinhos Carentes, que realização ações de proteção animal de forma solidária na cidade.

1.374

13/06/2018 às 19:00
Por Redação

Foto: ONG Focinhos Carentes

Um cachorro foi violentamente atacado com golpes de terçado, um gradão facão afiado, na cidade de Marabá, na região sudeste do Pará. O animal não resistiu aos maus-tratos e o responsável pelo crime cruel, identificado como Erick Wauber, foi detido, mas liberado em seguida. O assassino responderá em liberdade após ter tirado a vida de um cão indefeso de forma covarde e brutal.

Em depoimento à polícia, ele afirmou apenas que matou o cão porque o animal supostamente teria matado duas preás criadas pelo criminoso. Ele pagou uma fiança no valor de R$ 2 mil e responderá a um processo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Marabá.

A cachorro chegou a ser socorrido por voluntários da ONG Focinhos Carentes, que realização ações de proteção animal de forma solidária na cidade. Ele recebeu atendimento veterinário, mas, infelizmente, não resistiu.

Segundo Fátima Mutran, presidente da organização, a cidade lamentavelmente tem altos índices de crimes contra animais. Ela afirma que nos últimos dois anos, mais de dois mil animais vítimas de maus-tratos ou abandono passaram pelo abrigo da ONG, que sobrevive graças a ajuda de doações.

A protetora diz que a maioria dos casos fica impune, pois não há uma cultura de educação cidadã que incentive denúncias. “Às vezes, as pessoas vêm aqui conosco, relatam o fato das agressões e envenenamento, mas quando pedimos que elas nos acompanhem à delegacia para serem testemunhas dos casos, os denunciantes têm medo da reação do vizinho e desistem de prestar a queixa à polícia”, contou em entrevista ao portal G1.