Campo Grande (MS) pode ter Censo Animal para coleta de dados de animais


Animais domésticos e em situação de rua de Campo Grande (MS) podem passar a ser registrados em um “Censo Animal”, proposta de um projeto de lei apresentado na Câmara Municipal neste mês. O projeto é de autoria do vereador Lucas de Lima.

(Foto: Reprodução/Agência Brasil/EBC)

Segundo o projeto, o Censo Animal tem como objetivo levantar dados para o direcionamento de políticas públicas, como castrações oferecidas pela Prefeitura e educação para combate aos maus-tratos e ao abandono.

O Censo deve registrar informações como nome do animal, número de animais por residência, espécie, raça, pelagem, sexo, data de nascimento e se já foi esterilizado. Animais de pessoas em situação de rua também deverão ser registrados com as informações possíveis.

O trabalho de levantamento e coleta de dados seria realizado a cada três anos, segundo o texto do projeto. Os serviços ficariam a cargo dos agentes comunitários de saúde, que já atuam visitando residências no controle de zoonoses.

O projeto foi apresentado à sala de sessões da Câmara Municipal e deve ainda tramitar por comissões antes de ir para votação no plenário, e depois para possível sanção do Executivo.

Fonte: Mídia Max


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>