Uma das maiores anunciantes do mundo pede que marcas ajudem animais ameaçados


| Foto: Divulgação
| Foto: Divulgação

Um novo fundo, o The Lion’s Share, acaba de ser criado para ajudar na conservação da vida selvagem e no bem-estar animal. O projeto é de iniciativa de uma das maiores anunciantes do mundo, a Mars, em conjunto com produtora Finch e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A esperança é que o fundo arrecade 100 milhões de dólares nos próximos três anos.

Outras grandes marcas estão sendo convidadas a contribuir com os animais no lançamento da iniciativa no Festival Internacional de Criatividade dos Leões de Cannes.

Andrew Clarke, diretor de marketing e atendimento ao cliente da Mars, está sugerindo inicialmente que as empresas parceiras contribuam com uma pequena porcentagem do orçamento de mídia, 0,5%, na campanha que apresentar um animal no anúncio. Isso iria para o fundo de ajuda à vida selvagem, ao meio ambiente, à biodiversidade e também para ajudar a salvar espécies em todo o mundo. “Estamos convocando todos os grandes anunciantes, afinal somos um dos maiores anunciantes do mundo”, ressaltou ele.

“Os animais aparecem em publicidade há mais de 150 anos e em 20% de toda a publicidade”, afirmou. “Dado os muitos desafios do mundo, seja conservação, clima, vida selvagem, biodiversidade e até em se tratando de animais domésticos, acreditamos que há uma oportunidade real de causar um grande impacto no mundo”, concluiu.

O PNUD e outras organizações da sociedade civil garantirão que o dinheiro seja investido na conservação da vida selvagem, bem como nos programas de bem-estar animal.

O famoso naturalista e apresentador, Sir David Attenborough, embaixador especial da Lion’s Share, afirmou que “os animais tem aparecido na maioria das propagandas que vemos, porém, nem sempre recebem o apoio que merecem”. Até agora.

“A vida selvagem e seus habitats estão em crise. Estamos perdendo espécies a uma taxa sem precedentes, estimada em mil vezes a taxa de extinção natural. O The Lion’s Share é uma ideia tão inovadora quanto simples e que terá um impacto real no futuro dos animais, seus habitats e nosso planeta”, afirmou Achim Steiner, administrador do PNUD.
A BBDO e a Nielsen também estão se juntando a Mars, UNDP e Finch no fundo.

A Lion’s Share trabalhará para ajudar a alcançar os Objetivos de Sustentabilidade da ONU, que visam acabar com a pobreza e proteger o planeta. Especificamente, “apoiar os animais e ajudar a conservar seus habitats é fundamental para alcançar o ‘Objetivo 14, da Vida Subaquática’ e o ‘Objetivo 15, da Vida na Terra’”.

“Como um grande negócio, acreditamos que podemos ter um enorme impacto no mundo a partir de uma perspectiva de sustentabilidade”, observou Clarke, que em breve estará assumindo um novo papel como presidente da confeitaria Mars-Wrigley. “Esta iniciativa é mais um passo nessa jornada”, completou.

O Embaixador da Boa Vontade do PNUD e o ator da série Game of Thrones, Nikolaj Coster-Waldau e Collette Ngobeni, do Black Mambas – um grupo anti-caça da África do Sul composto principalmente de mulheres – também estavam presentes para anunciar a criação do The Lion’s Share.

“É nossa responsabilidade como humanos salvaguardar toda a vida em nosso planeta”, disse Coster-Waldau em um comunicado. “Não podemos alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável lançados pela ONU e pelos líderes mundiais para proteger o futuro e garantir a prosperidade de todas as pessoas sem preservar os habitats naturais de todos os seres vivos – da vida selvagem à vida marinha”, acrescentou.

O fundo “tem um enorme potencial para ajudar o trabalho de conservação de base como o nosso”, observou Ngobeni, “estamos trabalhando duro todos os dias para impedir a caça e proteger algumas das espécies mais ameaçadas do mundo e esperamos ser apoiadas pelo Lion´s Share”, concluiu ela.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRAGÉDIA

RETROCESSO

SOFRIMENTO

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>