ONU lança relatório com materiais alternativos ao plástico


Com o intuito de reduzir o lixo plástico no mundo, a ONU Meio Ambiente publicou nesta sexta-feira (1) um relatório listando materiais e métodos alternativos para um consumo consciente.

O relatório destaca algumas alternativas convencionais, bem como soluções menos óbvias: incluindo algas, fungos e folhas de abacaxi.

O oceano tornou-se um depósito de plásticos e microplásticos descartados. O acúmulo de lixo nos mares é responsável por impactos sociais, econômicos e ambientais significativos.

Não é possível, nem desejável, remover todos os plásticos da sociedade. No entanto, é imprescindível a consciência acerca da gravidade da situação. E ela parece estar sendo conquistada.

 O número de governantes e consumidores que já constataram a necessidade de alternativas sustentáveis ao plástico é crescente.

O relatório descreve uma variedade de materiais alternativos que podem substituir plásticos de uso único, sempre que possível. Existem situações – particularmente na área médica – em que o plástico fornece um uso essencial. 

Mas muitas vezes, materiais naturais e tecnologias alternativas podem ser usados ​​para romper a dependência de plástico descartável.

Sacola plástica boiando no oceano
Embalagens e outros itens de uso único constituem grande parte do lixo plástico despejado no oceano

“Mudar de plástico descartável para alternativas sustentáveis ​​é um investimento no futuro a longo prazo do nosso meio ambiente”, disse Erik Solheim, diretor da ONU para o Meio Ambiente.“O mundo precisa adotar outras soluções além do plástico descartável de uso único”

Já são 25 estudos de caso no mundo que ilustram várias aplicações para reduzir o uso desnecessário de plásticos descartáveis.

O relatório contribui para o debate de como tornar o uso do planeta mais sustentável, citando vários dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

É essencial aumentar a conscientização global sobre os impactos sociais, econômicos e ambientais de nossa atual relação com plásticos descartáveis. Delinear um amplo conjunto de alternativas é uma missão assumida pela ONU, que dispõe de alternativas sobre como quebrar o vício global plásticos de uso único.

“A ciência pode ajudar as empresas a desenvolver soluções verdes e inovadoras”, disse Jian Liu, cientista-chefe da UN Meio Ambiente. “Há grandes oportunidades de negócios e emprego no desenvolvimento de novos materiais alternativos que podem substituir os plásticos descartáveis”

O relatório é lançado coincidindo com o Dia Mundial do Meio Ambiente de 2018, comemorado anualmente no dia 5 de junho, com o tema: “Beat Plastic Pollution”. O dia é um apelo à ação das comunidades para combater este crescente desafio às nossas sociedades


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA

ATROCIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>