Vítima da poluição: filhote de foca morre após ingerir plástico


Todos os dia a poluição dos oceanos faz milhares de vítimas. Um filhote de foca morreu após ingerir um pedaço de plástico do “tamanho da embalagem de um doce”.  A tragédia ocorreu no Reino Unido, e é consequência direta de resíduos humanos que acabam nos oceanos.

Cadáver de foca
Filhote de foca-harpa foi encontrado encalhado morto em ilha na Escócia.

O fragmento de 6cm ficou preso no estômago da foca-harpa de um ano, levando-a a uma morte lenta e dolorosa. O animal foi encontrado morto pelo The Scottish Marine Animal Strandings Scheme (SMASS) na ilha escocesa de Skye. A espécie é raramente encontrado no país, pois passa a maior parte de sua vida nas águas geladas do Ártico.

A SMASS disse em um comunicado: “Houve uma grande ulceração ao redor do local impactado. Isso indica que o fragmento ficou preso por algum tempo e prejudicou o funcionamento normal do esvaziamento estomacal.”

Embora não estejam ameaçadas de extinção, os cientistas do projeto disseram: “Ver o plástico alojado no estômago dessa maneira, foi mais uma lembrança da gravidade do impacto da poluição plástica no ambiente marinho”.

Logo após esse incidente, outra foca foi afetada pela poluição de plástico no Reino Unido. Nesta segunda-feira (28), uma foca-cinzenta foi encontrada com uma uma rede de pesca ao redor do seu pescoço em Norfolk, na Inglaterra.

Foca com grande lesão no pescoço.
Devido à rede no pescoço, o animal não conseguiu se alimentar direito e foi encontrado muito abaixo de seu peso normal.

Felizmente, o macho adulto foi encontrado com vida, mas a ferida em seu pescoço é muito grande e está infectada. Ele foi resgatado pela instituição Friends of Horsey Seals, e recebe cuidados do Centro de Vida Selvagem de East Winch.

Alison Charles, gerente do centro, declarou que a rede foi retirada e o animal já recebeu medicamentos para a dor. “Ele até começou a comer de novo”, ela disse. O animal foi encontrado extremamente magro, provavelmente com metade do peso que deveria ter.

No vídeo, o estômago de um filhote de tubarão morto em decorrência da ingestão de uma grande quantidade de plástico.

Milhares de animais marinhos têm sido encontrados mortos em toda a costa do Reino Unido. 

Um relatório desanimador foi emitido pelo governo do país em março deste ano. Ele alertou que a quantidade de plástico nos oceanos deve triplicar em apenas dez anos.

Essa previsão demanda que medidas urgentes sejam tomadas para frear a destruição da fauna e flora marítima.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRIME AMBIENTAL

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>