40 ativistas são presos por resgatar animais em fazenda de ovos na Califórnia


Nesta última terça-feira (29), cerca de 40 ativistas de defesa dos direitos animais foram presos na Califórnia (EUA). Eles fizeram parte de um protesto que incluiu o resgate de galinhas exploradas em uma fazenda de ovos, a Sunrise Farms.

Reprodução | The Press Democrat

Quando as prisões por suspeita de invasão aconteceram, cerca de 37 animais – doentes ou à beira da morte – já tinham sido resgatados e levados a cuidados veterinários. A polícia informou que tudo aconteceu “de forma pacífica”, e que os manifestantes foram fichados e liberados em seguida.

Reprodução | The Press Democrat

Selo de ovos orgânicos

Os ovos da Sunrise Farms carregam o selo de “orgânicos” e cage-free (sem gaiolas). Apesar disso, a fazenda tem inúmeras acusações de maus-tratos aos animais. As galinhas estão soltas mas em ambientes superlotados, o que torna impossível que elas possam se locomover e ter a sensação de liberdade apresentada pela embalagem.

O intuito das centenas de ativistas presentes, organizados pelo grupo Direct Action Everywhere (DxE), foi de desmascarar estes selos, que funcionam mais como estratégias de marketing das empresas. Elas se beneficiam de certificados de preocupação com o bem-estar animal quando, na realidade, estão tratando-os tão mal quanto qualquer outra.

Padrão sistêmico

Os organizadores do protesto alegam que este caso foi apenas um exemplo de um padrão sistêmico de abuso de animais que acontece na Califórnia. A exploração acontece, mas nada de efetivo é feito para resolver o problema – nem pelo sistema judicial, nem pelas agências de bem-estar animal da região ou do estado.

Reprodução | The Press Democrat

“Quando as leis estão falhando com a gente, consumidores ou indivíduos temos o direitos, e até mesmo a obrigação, de revelar o que está acontecendo por trás das cortinas,” disse Cassie King, uma das organizadoras, em entrevista ao jornal The Press Democrat.

Ela explica ainda que as leis da Califórnia dão o direito aos ativistas de oferecer ajuda e cuidados aos animais doentes e feridos. Eles devem também documentar toda e qualquer violação nas leis de crueldade animal do estado.

Conferência de Libertação Animal

A ação já estava marcada desde uma conferência que reuniu grupos de defesa dos animais em Berkeley, na Califórnia (EUA), chamada de “Animal Liberation Conference” (Conferência de Libertação Animal).

Reprodução | The Press Democrat

Entre os dias 23 e 29 de maio estiveram presentes cerca de 1.200 ativistas não-violentos de todo o país, debatendo diferentes assuntos relacionados aos direitos animais. O protesto estava especificado como “Action #4” no site do evento.

A operação de resgate dos animais foi registrada na íntegra por ativistas presentes no local, e divulgadas em tempo real na página do Facebook do grupo, sob a hashtag #MassOpenRescue:



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO

FINAL FELIZ

RECIFE (PE)

RECOMEÇO

CONSCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>