Ativistas impedem restaurante de servir foie gras na Inglaterra


Um pub em Bath, na Inglaterra, planejava vender foie gras em evento, mas suas intenções foram barradas por ativistas que lutam contra a crueldade animal.

A Câmara Municipal de Bath implementou a proibição do foie gras em 2011, graças à campanha do grupo de proteção animal Viva!. Mas mesmo sendo contra a lei, o restaurante Star Inn anunciou que venderia foie gras em um festival que acontecerá em junho na cidade de Bath.

Em retaliação à notícia, grupos de ativistas mobilizaram-se para impedir que a perpetuação de refeições feitas com o alimento de fígado de pássaros maltratados continuassem a ser vendidas.

Para a realização do foie gras, um pato ou ganso são submetidos a situações torturantes em procedimentos cruéis, como manter o animal enjaulado durante toda a vida e o alimentar forçadamente durante todo o dia (Foto: Pixabay)
Para a realização do foie gras, um pato ou ganso são submetidos a situações torturantes em procedimentos cruéis, como manter o animal enjaulado durante toda a vida e o alimentar forçadamente durante todo o dia
(Foto: Pixabay)

Um porta-voz do grupo de defesa e direitos animais mencionou em comunicado: “O Viva! recebeu a notícia, e agiu rapidamente para mostrar o seu apoio [contra o foie gras], lembrando os membros do Conselho Municipal de Bath e do Pub da proibição”.

Eventualmente, os esforços da organização juntamente com a Bath Animal Rights fizeram com que os organizadores do evento e do pub confirmassem que não utilizariam mais o foie gras.

“Como uma organização vegana de campanhas, é claro que a Viva preferiria que os organizadores deixassem de lado toda a carne do cardápio, mas pelo menos esse é um passo para mostrar que esse produto cruel não é aceitável”, reforçou o porta-voz da organização de defesa animal.

(Foto: PETA)

Tortura enlatada
O foie gras é alimento produzido pelo fígado inflamado de patos ou gansos. Para isso, os animais são mantidos presos em gaiolas tão apertadas que mal conseguem mover-se, e são forçados a alimentarem-se até seus fígados incharem, sendo que podem chegar a tamanhos até 10 vezes maiores que o natural. O procedimento é extremamente cruel e invasivo aos animais.

Lex Rigby, administradora da campanha do Viva!, disse em comunicado: “Estamos muito contentes que o Conselho Municipal de Bath esteja honrando a sua palavra e mantendo a proibição do foie gras na cidade. No entanto, ainda há um longo caminho a percorrer até que esta horrível indústria termine”.

A produção de foie gras é ilegal na Grã-Bretanha por motivos éticos, mas sua importação e venda ainda são permitidas. Campanhas estão atualmente trabalhando para que a proibição de importação entre em vigor.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO

DE OLHO NO PLANETA

ARTIGO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>