Designer da Bentley prevê futuro sem produtos animais para carros


O projetista automotivo Stefan Sielaff, que trabalha para a marca de automóveis de luxo Bentley, acredita que a fabricação de interiores de carros de luxo a partir de 15 peles de animais se tornará obsoleta, já que os clientes modernos estão procurando veículos que se alinhem com seus valores livres de crueldade.

Interior de um carro da marca Bentley (Foto: Divulgação)
Interior de um carro da marca Bentley (Foto: Divulgação)

Durante uma entrevista recente, Stefan Sielaff, diretor de design da marca de veículos de luxo Bentley, expressou que o uso de peles de animais para interiores de carros está saindo de moda. “Talvez você coma tudo orgânico, sustentável, vegano, sem animais – mas ainda estamos usando 15 peles de couro para nossos carros”, disse Sielaff.

“Isso é obviamente o extremo, e as coisas mudam pouco a pouco, mas algumas pessoas querem um carro que se alinhe melhor com suas crenças”. Bentley anunciou sua intenção de desenvolver uma opção de interior vegano em 2016 e desde então tem pesquisado o uso de couro à base de cogumelos. Várias marcas automotivas – como Tesla, Ferrari, BMW e Mercedes-Benz – oferecem atualmente uma opção sem couro para atender a demanda dos clientes por carros livres de crueldade.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA

COMPAIXÃO

DESGOVERNO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>