ATIVISMO

Sea Shepherd resgata peixes em extinção de caçadores

Os animais foram salvos minutos antes de serem caçados.

Tatoaba sendo salva no golfo do México.
Animal sendo resgatado pela equipe de resgate. (Foto: Sea Shepherd)

Vinte e cinco tatoabas foram resgatadas que estavam prestes a cair nas mãos de caçadores foram salvas pelo grupo de proteção animal  Sea Shepherd, no baixo golfo do México. Esses animais são alvo de caça por causa de suas bexigas, que são usadas na medicina chinesa e também são consideradas uma iguaria. De acordo com a Sea Shepherd, apenas uma bexiga natatória pode ser vendida por mais de 10 mil dólares no mercado negro.

Infelizmente, não são apenas esses peixes que estão à beira da extinção e estão listados na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN, ameaça também ocorre seriamente com as vaquitas, com menos de 30 indivíduos restantes, a espécie é agora considerada o animal marinho mais ameaçado do planeta.

Tatoaba sendo salva no golfo do México.
Animal sendo resgatado pela equipe de resgate. (Foto: Sea Shepherd)

Apesar das crescentes tensões e violência na área, a Sea Shepherd continuou a patrulhar o Mar de Cortez em parceria com a Marinha Mexicana, em um esforço para deter a caça e remover o equipamentos de pesca da água como parte da Operação Milagro IV .

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Agora, a tripulação do M/V Sharpie, um dos três navios que a Sea Shepherd mantém na área, está comemorando outra operação bem-sucedida de resgate que salvou a vida dos animais em perigo no auge de sua época de nascimento. Os totoabas foram descobertos depois que a equipe de resgate encontrou uma rede de pesca enrolada em um animal. A tripulação viu que eles ainda estavam vivos e imediatamente começou a trabalhar para libertá-los.

“Foi um desafio manter a posição do navio na corrente forte enquanto a equipe puxou a rede e salvou as tatoabas de forma rápida e eficiente, enquanto, ao mesmo tempo, manteve o equipamento apertado o suficiente para não enredar na hélice. A coordenação da tripulação e das autoridades a bordo era intensa. Todos estavam envolvidos e focados, era um momento de convivência, e a equipe fez um trabalho incrível, com o resultado extraordinário de salvar cada totoaba naquela rede, isso nunca aconteceu antes”, disse Fanch Martin. capitão do navio.

Assista o vídeo em Inglês e sem legendas abaixo:

“Este é um momento essencial para a Operação Milagro, salvar um grupo inteiro em época de nascimento, salvar um animal criticamente ameaçado significa muito. Quando estávamos saindo, vimos um esquife chegando para recuperar a rede. Aqueles peixes estavam a cinco minutos da morte e nós os salvamos, foi um milagre”, disse Willie Hatfield, agente do navio que coordenou as atividades.

Desde 2015, a Sea Shepherd removeu 596 peças de equipamentos de caça, o que salvou 2.661 animais, enquanto inúmeras outras lesões e mortes foram evitadas. Esperemos que os totoabas que foram salvos prosperem, e os esforços contínuos para proteger a vida marinha em perigo na área continue em atividade.