SEGUNDA CHANCE

Elefante órfão e desidratado é salvo por cuidadores no Quênia

Encontrado sozinho e perdido com apenas três meses de idade, o elefante Sattao foi e salvo pela equipe do DSWT em deserto do Quênia

Elefante órfão, perdido, desnutrido e desidratado é salvo por cuidadores da The David Sheldrick Wildlife Trust, no Quênia. (Foto: DSWT)
Elefante órfão, perdido, desnutrido e desidratado é salvo por cuidadores da The David Sheldrick Wildlife Trust, no Quênia. (Foto: DSWT)

Um elefante órfão foi resgatado pela equipe da David Sheldrick Wildlife Trust (DSWT), que nomeou o animal de Sattao. A DSWT visa o salvamento de elefantes para que vivam uma vida em segurança.

Elefante órfão, perdido, desnutrido e desidratado é salvo por cuidadores da The David Sheldrick Wildlife Trust, no Quênia. (Foto: DSWT)
Elefante órfão, perdido, desnutrido e desidratado é salvo por cuidadores da The David Sheldrick Wildlife Trust, no Quênia. (Foto: DSWT)

Encontrado completamente sozinho com três meses de idade no deserto de Tsavo, no Quênia, em área ocupada por leões, aumentando o risco que o animal sofria. O elefante Sattao estava com o corpo fraco por ter ficado sem o leite de sua mãe. Além da fome e desnutrição, as patas do animal estavam cobertas de feridas de mordidas.

Com apenas três meses de uma vida solitária, estressante e com medo, Sattao foi resgatado pela DSWT. A fraqueza e estado de desidratação do elefante foram um desafio para a equipe de cuidadores do elefante, que realizaram semanas de tratamento: gotejamento intravenoso, leite em pó nutritivo e cuidados intensos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Informações do One Green Planet contam que os cuidadores do animal pela DSWT comentaram que o “pequeno lutador demonstrou uma determinação de aço e acabou conseguindo sobreviver”. Sattao também foi ajudado pelos elefantes mais velhos que cuidaram do filhote.

O elefante Sattao agora tem uma nova vida, apoiado por outros elefantes mais velhos e o cuidado de guardiões que realizaram o resgate. (Foto: DSWT)
O elefante Sattao agora tem uma nova vida, apoiado por outros elefantes mais velhos e o cuidado de guardiões que realizaram o resgate. (Foto: DSWT)

“Alguns de nossos sucessos nos casos mais desafiadores podem ser atribuídos diretamente a ajuda e cuidado concedidos aos recém-chegados por nossos outros órfãos residentes, curando as cicatrizes traumáticas de perdas que assombram esses pequenos órfãos, dando a eles aquele ingrediente importante – a vontade de ao vivo ”, contou a equipe de resgate do DSWT.

Esbanjando saúde, o elefante Sattao agora está perfeitamente saudável tem uma “nova família extensa, tanto com dois pés quanto com quatro, tendo encontrado a felicidade mais uma vez”, simbolizando tanto a ajuda da manada de elefantes onde se encontra Sattao quanto os cuidadores na reabilitação do animal órfão.