SAÚDE

Dieta vegana pode prevenir doenças crônicas em idosos, segundo estudo

O estudo comprova que uma alimentação saudável e livre de crueldade animal pode reduzir o desenvolvimento de doenças crônicas.

267

06/04/2018 às 15:00
Por Stefany da Costa, ANDA

A sociedade moderna pode estar vivendo mais devido aos avanços tecnológicos na medicina, mas de acordo com a pesquisa da instituição Market Watch, os últimos dois terços da vida humana podem ser desperdiçados com várias doenças crônicas. No entanto, os especialistas apontaram que uma dieta à base de plantas pode prevenir ou potencialmente reverter essas doenças crônicas, particularmente em adultos com idade avançada.

Segundo o especialista em medicina interna, David Dunaief, os alimentos à base de animais levam à inflamação, que é a causa básica de todas as doenças crônicas. “Quanto menos proteína animal você consumir, melhor você viverá“, aconselhou Dunaief . Ele observou que uma infinidade de doenças crônicas comuns, como diabetes, doenças cardíacas, artrite e demência, poderiam ser prevenidas, ou pelo menos retardadas, seguindo uma dieta rica em alimentos vegetais desde a juventude. Ele sugeriu alimentos integrais como brócolis, feijão canelone, banana, batata doce, quinoa e nozes para uma dieta saudável e que previne doenças.

Uma pesquisa aponta que uma dieta á base de plantas pode prevenir doenças crônicas.

Uma alimentação livre de crueldade animal pode prevenir diversas doenças. (Foto: Keywordsuggest)

Dunaief continuou a apontar os efeitos nocivos dos alimentos de origem animal, notando que idosos não são os únicos suscetíveis a condições crônicas. O consumo excessivo de produtos provenientes de animais pode levar ao desenvolvimento de doenças crônicas já na meia-idade. Ele alertou sobre o consumo carnes vermelhas e processadas, o último dos quais agora é considerado um carcinogênico do Grupo 1 pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A carne vermelha, também pode aumentar os fatores de risco para vários tipos de câncer.

De acordo com o Conselho Nacional do Envelhecimento dos EUA,  77% dos idosos sofrem com pelo menos duas doenças crônicas. Além disso, o “Age and Aging”, periódico científico britânico, prevê que o número de idosos com quatro ou mais doenças crônicas deverá aumentar até 2035.

No entanto, especialistas como Dunaief e o Comitê de Médicos para a Medicina Responsável (PCRM), acreditam que as pessoas podem mudar essa previsão seguindo uma dieta saudável baseada em vegetais. A chave, dizem eles, é a prevenção através da nutrição. Ao invés de procurar tratamento médico quando a doença se apresenta, o PCRM defende a realização de mudanças na dieta que possam contornar a doença em primeiro lugar. Também há vários estudos que sugerem que os alimentos à base de plantas podem prevenir a demência, agilizar a recuperação do câncer de mama e reverter o diabetes.