Jovem denuncia dano em trabalho feito para ajudar animais em SC


Apaixonada por animais, a adolescente de 15 anos Mônica Pires viu uma postagem em uma rede social de uma iniciativa para ajudar animais em situação de rua. São dois canos: em um deles, coloca-se ração e no outro, água. Ela, a amiga Natália Fernandes, de 15 anos, e o vizinho, André Grochovski, de 33 anos, montaram o projeto na cidade onde moram, em Santa Cecília, no Oeste catarinense, em março.

Porém, três semanas depois, tiveram uma surpresa desagradável: alguém havia colocado óleo nos canos, tanto no da ração quanto no da água. A jovem resolveu publicar no Facebook o que ocorreu e o post tinha 22.931 compartilhamentos até a noite desta sexta-feira (20).

Adolescente publicou em rede social que óleo foi colocado dentro de canos usados para alimentar animais de rua em Santa Cecília (Foto: Reprodução/Facebook)
Adolescente publicou em rede social que óleo foi colocado dentro de canos usados para alimentar animais de rua em Santa Cecília (Foto: Reprodução/Facebook)

“Eu postei com o intuito de as pessoas da cidade verem. Recebi muitas mensagens de carinho”, disse Mônica. “O André foi colocar o alimento [no cano] e viu que tinha algo estranho, era o óleo. Ele limpou os canos e nunca mais aconteceu”, relatou a jovem.

“Fiquei bem triste em ver a tamanha crueldade”, completou a amiga Natália Fernandes.

Sem suspeitos

Até quinta (19), ela não sabia quem havia colocado o óleo nos canos. “A gente não recebeu nenhuma reclamação”, disse ela. “A gente tentou olhar nas câmeras [de segurança] aqui perto, mas as câmeras não pegaram o local”, declarou.

Mônica, a amiga e o vizinho desconfiam que, como muitos cachorros começaram a aparecer à noite no local e latiam, isso pode ter sido uma motivação para a colocação do óleo. Eles não registraram queixa na polícia. “Na verdade, não imaginávamos que isso ia acontecer. Aqui na vizinhança todo mundo tem cachorro e ninguém ia vir de longe só para fazer isso”, disse Mônica. Que ela saiba, nenhum animal comeu a ração com o óleo.

Ela e o vizinho recebem doações de ração de uma Organização Não Governamental, de pet shops e também recebem de interessados da comunidade em colaborar na ação.

Agora, durante a noite, ela deixa os canos tampados para evitar que os cães apareceram e latam em horários que possam incomodar os moradores.

Camas para animais de rua feitas com pneus velhos em Santa Cecília (Foto: Mônica Pires/Arquivo pessoal)
Camas para animais de rua feitas com pneus velhos em Santa Cecília (Foto: Mônica Pires/Arquivo pessoal)

Outras iniciativas

A ideia dos canos já foi implantada por outras pessoas em outros três locais da cidade, segundo Mônica. Ela participa de um projeto onde estuda, na Escola de Educação Básica Irmã Irene, em que voluntários se unem para ajudar os animais.

Uma das iniciativas do projeto Patinhas na Escola são camas feitas com pneus velhos, que foram colocadas no início da semana na rodoviária de Santa Cecília. Também são feitas casinhas de madeira para serem espalhadas na cidade.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECIFE (PE)

RIO DE JANEIRO

MAUS-TRATOS

EMPREENDEDORISMO

AÇÃO HUMANA

CONSCIENTIZAÇÃO

ABUSO

ÓRFÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>