Quatro elefantes são mortos por trem em alta velocidade


Uma manada de quatro elefantes foi tragicamente morta em acidente de atropelamento por trem de alta velocidade, no leste da Índia. A tragédia envolveu um elefante da espécie Big Tusker, conhecido por suas enormes presas.

Elefantes mortos após atropelamento por trem em alta velocidade no leste da Índia. (Foto: HT Photo)
Elefantes mortos após atropelamento por trem em alta velocidade no leste da Índia. (Foto: HT Photo)

Informações do World Animal News contam que, atualmente, apenas 20 a 25 mil elefantes indianos ameaçados permanecem em estado selvagem.

O impacto teria ocorrido em uma floresta conhecida por ser um corredor de elefantes no estado de Odisha, perto da reserva de elefantes de Sambalpur. Informações do Hindustan Times explicaram que o local é uma área vulnerável para esses animais.

Em entrevista para o Hindustian Times, o Dr. Biswajit Mohanty, ex-membro do National Board of Wildlife, comentou: “O incidente é nada menos que um massacre desses animais por ferrovias. O departamento florestal emitiu um aviso específico para as ferrovias, para diminuir a velocidade dos trens na seção de Teladihi, pois era uma zona de passagem de elefantes comum”, reforçando que o aviso havia sido dado.

“Por que as ferrovias não tomaram as medidas necessárias? A abordagem casual em relação à segurança da vida selvagem não deve ser tolerada”, lamentou Mohanty.

Uma investigação imediata deve ser realizada, para que as falhas que causaram a tragédia sejam remediadas para um futuro sem acidentes similares. O departamento florestal da Índia abriu um processo contra as ferrovias.

Apenas nos últimos oito anos, mais de 20 desses animais no estado foram mortos por tragédias envolvendo ferrovias. Além disso, nos últimos nove anos na Índia, 589 elefantes morreram, dos quais 205 mortes não eram naturais, destas, 95 incidentes de caça e 87 mortes por eletrochoque. Mortes por incidentes com trens são a terceira causa de morte mais prevalente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>