Vinte e dois carneiros são encontrados mortos em propriedade rural no ES


Vinte e dois carneiros foram encontrados mortos em uma propriedade rural no distrito de Imburana, no Espírito Santo.

Carneiros foram encontrados mortos em propriedade rural (Foto: Clero Ferreira de Freitas)

O dono da propriedade, Clero Ferreira de Freitas, afirmou em um vídeo que a morte dos animais foi causada por uma onça. Nas imagens, os carneiros mortos são expostos.

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) informou que não foi notificado oficialmente sobre o caso pelo dono da propriedade e afirmou que, após observar vídeos divulgados pela população, nos quais foi observada a presença de danos físicos nos carneiros, acredita que provavelmente um animal tenha sido o responsável pelas mortes.

Apesar de levantar a possibilidade da causa das mortes, o Instituto afirmou que “uma equipe irá ao local para avaliar se há relação com alguma endemia”. As informações são do portal G1.

É importante, segundo o Idaf, sempre notificar o Instituto em caso de morte de animais em propriedades rurais para que um inquérito seja aberto e uma investigação iniciada.

Nota da Redação: caso a morte dos carneiros tenha sido realmente causada por uma onça ou por qualquer outro animal, é importante reforçar que ao matar os carneiros, o animal age por instinto e, de forma irracional, toma tal atitude apenas com o único intuito de se alimentar, o que é natural na vida selvagem.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA

MAUS-TRATOS

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>